Topo

Filmes e séries


"The Marvelous Mrs. Maisel": onde e por que ver a série que dominou o Emmy

Rachel Brosnahan, protagonista de "The Marvelous Mrs. Maisel", recebe o prêmio de melhor atriz de comédia pela série na 70ª edição do Emmy - Kevin Winter/Getty Images
Rachel Brosnahan, protagonista de "The Marvelous Mrs. Maisel", recebe o prêmio de melhor atriz de comédia pela série na 70ª edição do Emmy Imagem: Kevin Winter/Getty Images

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

18/09/2018 04h00

A noite do Emmy foi realmente maravilhosa para "The Marvelous Mrs. Maisel", série que levou 7 das 11 categorias em que estava indicada na 70ª edição do "Oscar da TV", que aconteceu nesta segunda-feira (17) em Los Angeles. 

A produção original da Amazon dominou as categorias de comédia da premiação e, nesta seara, levou como melhor série, melhor atriz para Rachel Brosnahan, melhor atriz coadjuvante para Alex Borstein e uma dobradinha para a criadora Amy Sherman-Palladino de melhor direção e roteiro do episódio piloto. Foram tantos prêmios que ela nem teve tempo de descer do palco e aceitou o segundo prêmio ainda com a primeira estatueta em mãos.

LEIA MAIS:

Amy Sherman-Palladino e suas duas estatuetas - Kevin Winter/Getty Images
Amy Sherman-Palladino e suas duas estatuetas
Imagem: Kevin Winter/Getty Images

"The Marvelous Mrs. Maisel", que em português virou "Maravilhosa Sra. Maisel", ainda levou como melhor elenco e um prêmio técnico de edição também para o episódio piloto. A série conta a história de Midge  Maisel, uma dona de casa norte-americana do final dos anos 50 que vê sua vida dar uma reviravolta após um escandaloso divórcio e decide transformar seu bom humor em trabalho para se sustentar como comediante de stand-up.

Veja a seguir por que vale a pena dar uma chance para a série queridinha das premiações, mas ainda pouco conhecida pelo público brasileiro:

Mentes por trás de "Gilmore Girls"

Você é fã de "Gilmore Girls"? Então a chance de você gostar de "The Marvelous Mrs. Maisel" é grande, já que é mais uma criação de Amy Sherman-Palladino, a mente por trás da série do comecinho dos anos 2000 que conquistou uma legião de fãs.

Pode esperar também um repeteco das personagens femininas espontâneas e divertidas. É o caso de Alex Borstein, cheia de conselhos para Midge. A atriz, que é amiga de Palladino, quase ganhou o papel da espevitada Sookie em "Gilmore Girls", imortalizada por Melissa McCarthy.

O produtor e roteirista Daniel Palladino também está ao lado da sua esposa, Amy, na criação de alguns episódios da série da Amazon. Depois de subir no palco duas vezes, Amy surgiu ao lado do parceiro de trabalho e de vida para buscar Emmy de melhor série de comédia na noite de premiação.

Amy Sherman-Palladino e Daniel Palladino recebem o Emmy de melhor série de comédia - Kevin Winter/Getty Images
Amy Sherman-Palladino e Daniel Palladino recebem o Emmy de melhor série de comédia
Imagem: Kevin Winter/Getty Images

"Mad Men" com charme feminino

De forma leve e descontraída, a série aborda questões delicadas e - mesmo se passando no finalzinho dos anos 50 e início dos 60 - aborda temas ainda atuais, como a mulher no mercado de trabalho, machismo e temas relacionados ao ambiente familiar.

"Com uma mensagem muito necessária para os nossos tempos, um elenco talentoso, e o apelo da época de 'Mad  Men” - mas com um charme feminino, 'The Marvelous  Mrs. Maisel' está a caminho de se tornar a próxima obsessão para os devotos de 'Gilmore Girls'", escreveu o crítico Ben Travers, da Indie Wire. A série, aliás, tem 95% de avaliações positivas no Rotten  Tomatoes, site que compila as principais críticas da mídia internacional. 

Rola maratonar

A primeira temporada tem 8 episódios com uma média de 50 minutos cada. A segunda estreia em breve e uma terceira já está confirmada. Tanta moral tem justificativa, já que - além dos Emmys - "The Marvelous Mrs. Maisel" já havia conquistado dois Globos de Ouro em janeiro.

No Brasil, a série está disponível na Amazon Prime Video, serviço de streaming da gigante americana. O serviço custa R$ 14,90 por mês, mas mas novos assinantes pagam R$ 7,90 nos seis primeiros meses. Se você for o rei da maratona, os sete primeiros dias são gratuitos. 

Rachel Brosnahan como Midge Maisel em cena de "The Marvelous Mrs. Maisel" - Nicole Rivelli/Divulgação
Rachel Brosnahan como Midge Maisel em cena de "The Marvelous Mrs. Maisel"
Imagem: Nicole Rivelli/Divulgação

Filmes e séries