Topo

Entretenimento

Advogado de Harvey Weinstein ataca Asia Argento após denúncia: "Hipócrita"

Kevin Hagen/Getty Images
Harvey Weinstein e seu advogado, Benjamin Brafman Imagem: Kevin Hagen/Getty Images

Osmar Portilho

Colaboração para o UOL

20/08/2018 17h40

Ben Brafman, advogado de Harvey Weinstein, atacou Asia Argento e chamou a atriz de hipócrita após a denúncia surgida no The New York Times. O artigo aponta que ela teria abusado sexualmente do ator James Bennett e feito um acordo. A italiana foi uma das primeiras a acusar o produtor de Hollywood de abuso e se tornou imagem forte do movimento #MeToo.

"Os novos fatos deste caso mostram um caso impressionante de hipocrisia de Asia Argento, uma das principais vozes que queria acabar com Harvey Weinstein", disse o advogado em um comunicado.

Brafman ainda reforçou a posição de defesa ao dizer que a relação entre Asia e Harvey foi consensual. "A duplicidade de sua conduta é algo extraordinário e deve mostrar a todos como suas alegações contra o sr. Weinstein são pobres e foram mal examinadas", completou.

Até o momento, Argento não processou Weinstein e suas alegações não fazem parte do processo movido contra o produtor, que enfrenta seis acusações de abuso sexual e estupro.

LEIA TAMBÉM

Entenda o caso

No último domingo, o "New York Times" revelou em reportagem que Asia Argento fez um acordo de US$ 380 mil com o ator e músico Jimmy Bennet, que alega ter sido abusado sexualmente pela atriz em 2013, em um hotel na Califórnia.

Bennett tinha 17 anos no momento do suposto incidente com a atriz, que na época tinha 37. A idade legal de consentimento para uma relação sexual na Califórnia é 18 anos. Hoje Bennet e Argento têm respectivamente 22 e 42 anos.

Os advogados de Bennett descreveram o encontro no hotel como uma "agressão sexual" que foi traumática para seu cliente e ameaçou sua saúde mental.

No comunicado de intenção de processo contra Argento, os advogados de Bennet pediram uma indenização de US$ 3,8 milhões por considerarem que ela "infligiu de forma intencional um sofrimento emocional e perdas de salário após uma agressão sexual", indicou o jornal.

Segundo o "NYT", os documentos dizem que Jimmy encontrou Asia em um hotel em Marina Del Rey (Califórnia) em maio de 2013 e que ela lhe deu álcool, o beijou e o levou para a cama, para fazer sexo oral no rapaz.

Há imagens de ambos no Instagram de Asia, que datam justamente da época documentada. Em uma delas, ela diz: "É o dia mais feliz da minha vida, reunião com Jimmy Bennett". Os dois atuaram juntos em "Maldito Coração", de 2004.

*Com informações da agência AFP

Mais Entretenimento