PUBLICIDADE
Topo

Chris Pratt fala mais uma vez sobre demissão de James Gunn, diretor de "Guardiões"

James Gunn e Chris Pratt em foto de 2016 na San Diego Comic Con - Kevin Winter/Getty Images
James Gunn e Chris Pratt em foto de 2016 na San Diego Comic Con Imagem: Kevin Winter/Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

15/08/2018 10h29

Em entrevista para a "Associated Press", o astro Chris Pratt falou pela primeira vez fora das redes sociais sobre a demissão de James Gunn. O diretor da franquia "Guardiões da Galáxia" foi dispensado pela Disney após o ressurgimento de tweets antigos que continham piadas sobre pedofilia e estupro, entre outros tópicos polêmicos.

"Não tem sido fácil", comentou Pratt, que interpreta o Senhor das Estrelas na franquia da Marvel. "Todos nós amamos James, ele é um bom amigo. Ao mesmo tempo, nós amamos os nossos personagens. É uma situação complicada para todo mundo".

O ator ainda falou sobre a declaração oficial que ele e o elenco de "Guardiões" postaram nas redes sociais, confrontando a polêmica e pedindo diversas vezes pela recontratação de Gunn. Segundo a imprensa norte-americana, a Marvel está tentando convencer a Disney a trazer o diretor de volta.

"Nós pensamos por muito tempo antes de lançar a nossa declaração sobre isso", contou Pratt. "Para todos nós, aquilo é o que queremos dizer sobre essa situação. Fomos muito claros e honestos sobre a forma como nos sentimos".

Gunn finalizou o roteiro de "Guardiões da Galáxia Vol. 3" antes de sua demissão. Por enquanto, o filme continua oficialmente planejado para 2020.