Topo

Filmes e séries

Como o romance ingênuo "A Barraca do Beijo" virou um fenômeno na Netflix

Marcos Cruz/Divulgação
Jacob Elordi e Joey King em cena do filme "A Barraca do Beijo", da Netflix Imagem: Marcos Cruz/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

12/06/2018 04h00

Sem muito alarde, a comédia romântica "A Barraca do Beijo" chegou há um mês na Netflix. Uma produção original do serviço de streaming, o filme conta a história dos adolescentes Elle, Lee e Noah.

Os dois primeiros nasceram no mesmo dia e são amigos desde então. Já Noah é o irmão mais velho de Lee, e crush de Elle desde sempre. Porém, uma das regras da amizade de Elle e Lee é que a menina jamais poderá se envolver com o irmão dele. Já sabe o que vai acontecer, certo?

Mesmo repleto de estereótipos como a garota que nunca foi beijada, o garoto brigão e popular, os rejeitados do colégio, o trio de meninas populares e inseparáveis e o clássico baile de formatura, "A Barraca do Beijo" conquistou um público fiel.

Os novos fãs, claro, já estão enchendo as redes sociais da Netflix com pedidos para que a continuação do filme saia o mais rápido possível ou até mesmo que a história vire uma série. O que é bastante provável, já que "A Barraca do Beijo" é baseado no livro homônimo da autora Beth Reekles, que já escreveu a continuação da história, chamada "The Beach House" ("A Casa de Praia").

LEIA TAMBÉM

Em clima de Dia dos Namorados, listamos alguns motivos que podem explicar por que a tal comédia romântica chamou tanto a atenção do público mesmo abusando de todos os clichês do gênero. E, se você está solteiro, fica a dica de entretenimento para o seu 12 de junho.

É um "guilty pleasure", admita

Se você já não é mais um adolescente, mas não resistiu à repercussão nas redes sociais e foi assistir ao filme, deve ter feito isso bem escondido. O prazer com culpa tem justificativa. "A Barraca do Beijo" tem uma história redonda e entrega (quase) tudo o que o público espera. É fácil de digerir e traz um quê de nostalgia para outras comédias românticas que fizeram sucesso décadas atrás. O próprio filme admite sua aura de breguice, quando a protagonista pede ao seu amado: "Não se vire para dar uma última olhada. É cafona e romântico demais até para mim."

Protagonista jovem, mas experiente

Joey King, a Elle, ou melhor, Rochelle, tem apenas 18 anos. Mas a jovem atriz já deu as caras em várias produções. Seu primeiro trabalho foi na série "Zack & Cody: Gêmeos em Ação". Ela também aparece em "Entourage", "CSI", "New Girl", "Fargo", entre outras. Você também vai se lembrar do rosto dela por papéis em filmes como "Independence  Day: O Ressurgimento", "O Som e a Fúria", "Invocação do Mal", "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge", entre outros. A experiência com as câmeras garantiu a química entre o trio de protagonistas. Outra curiosidade é que o ator que interpreta o irmão mais velho no filme é, na verdade, mais novo que o caçula na vida real. Jacob Elordi, o Noah Flynn, tem 20 anos, enquanto Joel Courtney, o Lee Flynn, tem 22 anos.

Marcos Cruz/Divulgação
Joey King e Joel Courtney em cena do filme "A Barraca do Beijo" Imagem: Marcos Cruz/Divulgação

O filme tem regras - e elas pegaram!

"Regra nº 1: só o seu melhor amigo pode saber o seu pedido de aniversário", "regra nº 7: seu amigo tem que te perdoar se você oferecer sorvete", "regra nº 18: sempre fique feliz com o sucesso do seu amigo". Repetidas várias vezes durante o filme, as regras pegaram, como um testemunho divertido da infância e adolescência dos protagonistas. E é justamente quando eles quebram tais regras que a mágica acontece.

O casal do filme namora na vida real

Espécie de "La La Land" adolescente, "A Barraca do Beijo" traz vários cartões postais de Los Angeles. Uma das cenas principais destaca o letreiro de Hollywood. E foi filmando nesses cenários, no início de 2017, e também na África do Sul que Joey King, a Elle, e Jacob Elordi, o Flynn, se apaixonaram na vida real. O casal conquistou muitos fãs (inclusive brasileiros) e vive postando fotos fofas que deixam os seguidores ainda mais ansiosos pela continuação do filme.