Topo

Highway to Hell completa 40 anos, o disco que deu fama mundial ao AC/DC

Bon Scott, primeiro vocalista do AC/DC - Reprodução
Bon Scott, primeiro vocalista do AC/DC Imagem: Reprodução

Da EFE, em Madri

28/07/2019 13h31

O icônico álbum Highway to Hell, que projetou o grupo australiano AC/DC para o mundo e se tornou um clássico, chega aos 40 anos de seu lançamento como uma das obras-primas da banda e da história do rock.

O álbum, lançado em 27 de julho de 1979, abriu as portas do mercado dos Estados Unidos para a banda e lhe deu fama mundial, símbolo de uma trajetória de sucesso, que vendeu mais de 200 milhões de cópias.

Quarenta anos depois, a gravadora Sony publicou imagens inéditas dessa época em comemoração ao aniversário da gravação.

Após a formação do grupo em Sydney, onde foram lançados os discos TNT (1975) e High Voltage (1975), a banda dos irmãos e guitarristas Angus e Malcolm Young e do vocalista Bon Scott se mudou para Londres em 1976, onde gravou no ano seguinte Let There be Rock (1977).

Dois anos mais tarde veio Highway to Hell, gravado em Londres e o último trabalho de Scott, que morreu devido a um coma alcoólico - sendo substituído por Brian Johnson -, e a quem a banda dedicou seu trabalho posterior, o álbum Back in Black.

Dos músicos do AC/DC que participaram das gravações de Highway to Hell apenas Angus Young continua em atividade com a banda, já que seu irmão Malcolm, cofundador e "força motriz" do grupo, morreu em 2017 aos 64 anos após sofrer um longo processo de demência.

Errata: o texto foi atualizado
A matéria trouxe originalmente uma versão de uma capa de Highway To Hell que não corresponde à imagem original. O conteúdo foi corrigido.
Diferentemente do informado em versão anterior do texto, o primeiro álbum com Brian Johnson se chama Back in Black, e não Black in Black. O conteúdo foi corrigido.

Mais Rock