Entretenimento

Retrato imperial chinês bate recorde em leilão em Hong Kong, com US$ 17 mi

Em Hong Kong

07/10/2015 11h19

Um retrato de Chunhui, consorte do imperador durante a dinastia Qing, foi vendido nesta quarta-feira (7) por US$ 17 milhões em Hong Kong, o que transforma a obra, do artista italiano Giuseppe Castiglione, no retrato imperial mais caro da história da China.

O retrato, de dois metros de altura por mais de um metro de largura, foi adquirido por um comprador anônimo durante a temporada de leilões de outono que a casa inglesa Sotheby's realiza em Hong Kong esta semana.

É o único retrato elaborado pelo artista italiano, que morreu em 1766, que permanecia em mãos privadas, já que o resto está no Museu do Palácio na Cidade Proibida de Pequim.

O leilão, com um preço de saída de US$ 7,7 milhões, durou 20 minutos.

A obra mostra Chunhui vestida com o traje de cerimônia para se transformar em Consorte Imperial, em 1737, quando tinha 24 anos.

Original de Milão, Giuseppe Castiglione trabalhou para três imperadores chineses (Kangxi, Yongzheng e Qianlong), durante 51 anos.

A obra faz parte de um pacote de quatro retratos de consortes durante o reinado de Qianlong, que adornavam os quartos dos palácios durante o século 18.

A peça superou o preço alcançado em um leilão mundial de um retrato imperial também elaborado também por Castiglione que foi vendido em maio de 2012 em Hong Kong por US$ 5,1 milhões.

Hong Kong é esta semana o centro artístico da Ásia, com dezenas de leilões promovidos por conhecidas casas de arte de todo o mundo.

Insólitas peças estão sendo leiloadas, como um desenho original de um álbum do Tintim que foi vendido na segunda-feira por US$ 1,2 milhão.

Além disso, o magnata chinês fundador da multinacional Alibaba, Jack Ma, estreou no terreno artístico com um tela a óleo elaborada em parceria com o artista chinês Zeng Fanzhi que foi leiloada por US$ 5,4 milhões.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo