Topo

Game of Thrones


Quem vencerá "Game of Thrones"?

Sergio Flores/Reuters
"Se você jogar, ou você ganha ou você morre", disse certa vez Cersei Imagem: Sergio Flores/Reuters

2019-05-15T16:34:20

15/05/2019 16h34

Atenção: Este texto pode conter spoilers da temporada final de "Game of Thrones". Não continue a ler se não quiser saber

Quem vai vencer em "Game of Thrones", a série de TV inspirada nos livros de George R. R. Martin?

Desde que começou em 2011, a trama sobre quem reina no território fictício de Westeros tem dominado os acontecimentos.

E no domingo, 19, com a exibição do último episódio, vamos finalmente descobrir quem é o vencedor dessa dança das cadeiras terrível com o Trono de Ferro.

Mas como será o desfecho dessa história de fantasia épica?

Os fãs têm deixado a imaginação correr solta nas redes sociais há semanas - e aqui, eis o que achamos que pode acontecer:

Quem merece ficar com o Trono de Ferro no final de "Game of Thrones"?

Resultado parcial

Total de 18951 votos
12,90%
Divulgação/HBO
12,24%
Divulgação/HBO
1,93%
Divulgação
35,75%
Divulgação
4,38%
Divulgação
14,97%
Divulgação
17,84%
Divulgação/HBO
Total de 18951 votos

Valide seu voto

Daenerys vence!

A expressão "tamanho não é documento" parece não se aplicar ao dragão de Daenerys Targaryen - também conhecida como a Rainha Louca, depois de suas ações piromaníacas no episódio 5 da atual temporada.

Depois de reconhecer que perdeu a disputa de popularidade com seu amante/sobrinho Jon Snow - que demonstrou frieza ao beijá-la - a "Mãe dos Dragões" decidiu que, se não fosse ser amada, passaria a ser temida.

Ignorando o toque dos sinos que anunciavam a rendição de King's Landing, Daenerys e Drogon, o único dragão dela que sobreviveu, atacaram a cidade sitiada, matando a maioria de seus prováveis súditos no processo.

Sim, ela ficou cega pela ira.

E enquanto alguns têm certeza de que os dias de Cersei e de seus lacaios estavam contados... outros estão questionando o rápido declínio de Daenerys, de "quebradora de correntes" messiânica a piromaníaca homicida.

Não vamos esquecer, porém, que o pai dela, Aerys II Targaryen, ficou conhecido como "o Rei Louco" morreu gritando "queimem todos eles!", depois de tentar destruir sua própria cidade e seu povo.

Ainda assim, ela chega poderosa ao último capítulo - até mesmo seu principal rival, Jon Snow, a reconhece como Rainha - embora vazamentos online sugiram que ela pode acabar morta, nas costas do dragão, indo para leste sobre o Mar Estreito.

Ou talvez será Jon Snow

"Você-não-sabe-de-nada-Jon-Snow" parecia realmente desorientado no episódio 5, quando testemunhou um massacre desnecessário e viu uma cidade ser reduzida a cinzas pela mulher que ele ama.

Ele pode ser um desastrado incorrigível - conhecido por insistir em manter sua lealdade e cumprir seu dever, mesmo quando esse dever vai matá-lo - mas sua expressão era de um homem que sabia que tinha de fazer algo em relação a Daenerys e a sua propensão à matança.

Agora, nós sabemos que o nome verdadeiro dele é Aegon Targaryen e que ele é, realmente, o legítimo herdeiro do Trono de Ferro - um segredo convenientemente descoberto e revelado por seu meio-irmão e por seu melhor amigo.

Mas será que ele realmente viraria sua espada de aço valiriano contra sua rainha-tia-amante? E o que ele faria em relação ao dragão?

A única coisa sensata a fazer certamente seria governar ao lado dela e afastá-la de seus piores instintos assassinos.

Mas, de novo, quando foi que Jon fez algo sensato?

Poderia ser Sansa?

Como um dos poucos cérebros reais que restaram no continente, Sansa demonstrou riqueza de habilidades diplomáticas, paciência e bom senso.

Ela também não tem medo de soltar os cachorros sobre um inimigo quando necessário.

Mas isso seria o bastante para torná-la uma boa governante?

Ainda que ela possa ser amplamente reconhecida como "Lady de Winterfell" - e até como a melhor candidata para desempenhar a função - em termos de linhagem, sua reivindicação ao Trono de Ferro é muito fraca.

E outra questão é: será que ela iria querer reivindicá-lo? Suas lembranças de King's Landing (ou Porto Real, em português) são bastante sombrias e ela sabe que os Starks não se dão bem no Sul - onde vários membros da família já morreram.

Assim, salvo se acontecer um massacre generalizado dos outros candidatos, espere vê-la sentada mesmo é no norte, torcendo o nariz para os visitantes que eventualmente representarem quem quer que acabe sentado no Trono de Ferro.

Ou Tyrion?

Os períodos em que cuidou de Meereen e Porto Real vão bem no currículo de Tyrion - e ele acumulou uma excelente experiência como "Mão" de Daenerys, ou seja, conselheiro-chefe da rainha.

No mínimo, um Porto Real reconstruído teria um bom encanamento, já que um de seus trabalhos anteriores foi como responsável pelos esgotos de Rochedo Casterly.

As oito temporadas da série deram um longo caminho para a redenção deste Lannister em especial, que passou de esbanjador de dinheiro a estadista respeitado.

Com uma evolução tão meteórica, não deveria ser inconcebível que Tyrion conquistasse o posto mais importante - algo que poderia acontecer muito facilmente se os grandes favoritos nessa disputa derrubassem uns aos outros.

E ele poderia ser mesmo muito bom em governar, especialmente em uma aliança com sua ex-mulher Sansa - uma reaproximação que não seria tão impossível, afinal, eles compartilharam um momento de ternura enquanto enfrentavam o apocalipse zumbi nas criptas de Winterfell.

E Sansa, que não teve muita sorte com maridos, admitiu a Tyrion que ele "foi o melhor" de todos.

Talvez Arya?

Ela com toda a certeza ganhou a guerra, não ganhou?

Acabar com o super-vilão Rei da Noite e salvar a humanidade devem merecer alguma recompensa - então, por que não a coroa de Westeros?

E, se precisar se livrar dos rivais que estiverem no caminho, ela tem a perspicácia necessária e a espada para fazer isso.

Só existe um problema nesse caso: Arya não quer ser rainha.

Ela nunca perdeu a oportunidade de dizer "eu não sou uma lady", e até recusou a proposta de Gendry de ficar com ele e governar a seu lado as Terras da Tempestade.

Mas, por outro lado, se alguém pode passar por um dragão e eliminar uma rainha, essa pessoa é Arya - a assassina e ex-discípula dos Homens Sem Rosto...

E Bronn?

O mercenário Bronn já subiu de Riverrun a Highgarden... então, por que não o Trono de Ferro?

Ele provou sua capacidade de simplesmente entrar e sair de um castelo fortemente protegido, no meio de uma guerra, sem sequer amassar sua armadura.

E como ele disse a Jamie e a Tyrion Lannister: "Mate cem pessoas e fazem de você um lorde; mate mil e fazem de você um rei."

Bronn provavelmente já está por trás de uns mil assassinatos, não é?

Mas, pensando bem, um dragão definitivamente derrota a besta que ele tem em mãos.

E ele é um estranho na disputa pelo Trono de Ferro.

Bran

Ele não fala muito, mas vê muito da ação.

O Corvo de Três Olhos é equilibrado e justo - e sabe literalmente tudo sobre Westeros: passado, presente e até o futuro.

Teria ele visto a si mesmo sentado no Trono de Ferro, governando um povo satisfeito em um estado de eterna maravilha?

Apenas imaginem isso: olhando incessantemente para o nada e comungando com os Filhos da Floresta...

Como - quase - todos os outros, nós realmente não sabemos quem vai ganhar a guerra dos tronos, mas não seria tranquilo demais desse jeito?

E se todos nós gostamos de Westeros sendo caótico, sanguinário e brutalmente imprevisível?

Então, por favor, tomara que o vencedor não seja Bran!

Mais Game of Thrones