PUBLICIDADE
Topo

Critics' Choice Awards: Era Uma Vez em... Hollywood é eleito melhor filme; veja lista

Quentin Tarantino recebe o Critics" Choice Awards de melhor filme por Era Uma Vez em.. Hollywood - Getty Images
Quentin Tarantino recebe o Critics' Choice Awards de melhor filme por Era Uma Vez em.. Hollywood Imagem: Getty Images

13/01/2020 09h39

Resumo da notícia

  • O Critics' Choice Awards consagrou Era Uma Vez em... Hollywood como melhor filme
  • "Pela primeira vez, concordo com os críticos", brincou o diretor Quentin Tarantino
  • Fleabag se destacou nas categorias de TV com três estatuetas

Era uma vez em... Hollywood, de Quentin Tarantino, recebeu o prêmio de melhor filme no Critics' Choice Awards, premiação votada pelos críticos de cinema dos EUA, na noite de ontem.

"Pela primeira vez, concordo com os críticos", brincou Tarantino ao receber o prêmio de melhor ator coadjuvante por Brad Pitt, que não compareceu à cerimônia, antes de voltar ao palco para receber o troféu principal da noite.

A carta de amor de Tarantino para a Hollywood dos anos 1960, estrelada por Leonardo DiCaprio e no contexto dos assassinatos cometidos pela seita de Charles Manson, também venceu os prêmios de melhor roteiro original e melhor direção de arte.

A categoria de melhor diretor terminou em empate, entre o diretor britânico Sam Mendes (1917) e o sul-coreano Bong Joon Ho (Parasita). 1917 também ganhou os prêmios de melhor montagem e de fotografia, enquanto Parasita foi escolhido o melhor filme em língua estrangeira.

Joaquin Phoenix e Renée Zellweger aumentaram seu favoritismo ao Oscar, conquistando os prêmios melhor atriz e melhor ator por Coringa e Judy: Muito Além do Arco-Íris, respectivamente.

Laura Dern venceu na categoria de atriz coadjuvante por seu papel em História de um Casamento. O comediante Eddie Murphy foi ovacionado ao receber um prêmio por sua carreira, antes de seu filme Meu Nome é Dolemite vencer na categoria de melhor comédia.

Robert De Niro se disse surpreso ao receber com Al Pacino o prêmio de melhor elenco por O Irlandês. "Francamente, eu não esperava isso", afirmou, depois que o épico, um dos favoritos ao Oscar, foi deixado de lado no Globo de Ouro e em outras premiações.

Na televisão, a série britânica Fleabag reinou com três prêmios, incluindo de melhor série de comédia. Succession venceu como melhor série de drama.

Ava DuVernay agradeceu à Netflix por "deixar uma mulher negra fazer seu trabalho", depois que Olhos que Condenam, a verdadeira história de cinco jovens de minorias raciais que foram falsamente acusados de estuprar uma corredora em Nova York, ganhou o prêmio de melhor série limitada.

Confira a lista completa de vencedores:

  • Melhor filme: Era uma Vez em... Hollywood
  • Melhor ator: Joaquin Phoenix, por Coringa
  • Melhor atriz: Renée Zellweger, por Judy: Muito Além do Arco-Ìris
  • Melhor ator coadjuvante: Brad Pitt, por Era Uma Vez em... Hollywood
  • Melhor atriz coadjuvante: Laura Dern, por História de um Casamento
  • Melhor jovem ator/atriz: Roman Griffin Davis, por Jojo Rabbit
  • Melhor elenco: O Irlandês
  • Melhor direção: Sam Mendes, por 1917/Bong Joon Ho, por Parasita (EMPATE)
  • Melhor roteiro original: Quentin Tarantino, por Era Uma Vez em... Hollywood
  • Melhor roteiro adaptado: Greta Gerwig, por Adoráveis Mulheres
  • Melhor fotografia: Roger Deakins, por 1917
  • Melhor direção de arte: Barbara Ling & Nancy Haigh, por Era Uma Vez em... Hollywood
  • Melhor montagem: Lee Smith, por 1917
  • Melhor figurino: Ruth E. Carter, por Meu Nome é Dolemite
  • Melhor cabelo e maquiagem: O Escândalo
  • Melhores efeitos visuais: Vingadores: Ultimato
  • Melhor animação: Toy Story 4
  • Melhor filme de ação: Vingadores: Ultimato
  • Melhor comédia: Meu Nome é Dolemite
  • Melhor filme de ficção científica ou horror: Nós
  • Melhor filme em língua estrangeira: Parasita
  • Melhor canção original: Glasgow (No Place Like Home) (As Loucuras de Rose)/I'm Goona Love Me Again (Rocketman) (EMPATE)
  • Melhor trilha sonora: Hildur Guðnadóttir, por Coringa
  • Melhor série dramática: Succession
  • Melhor ator em série dramática: Jeremy Strong, por Succession
  • Melhor atriz em série dramática: Regina King, por Watchmen
  • Melhor ator coadjuvante em série dramática: Billy Crudup, por The Morning Show
  • Melhor atriz coadjuvante em série dramática: Jean Smart, por Watchmen
  • Melhor série cômica: Fleabag
  • Melhor ator em série cômica: Bill Hader, por Barry
  • Melhor atriz em série cômica: Phoebe Waller-Bridge, por Fleabag
  • Melhor ator coadjuvante em série cômica: Andrew Scott, por Fleabag
  • Melhor atriz coadjuvante em série cômica: Alex Borstein, por The Marvelous Mrs. Maisel
  • Melhor minissérie: Olhos Que Condenam
  • Melhor telefilme: El Camino: A Breaking Bad Movie
  • Melhor ator em minissérie ou telefilme: Jharrel Jerome, por Olhos Que Condenam
  • Melhor atriz em minissérie ou telefilme: Michelle Williams, por Fosse/Verdon
  • Melhor ator coadjuvante em minissérie ou telefilme: Stellan Skarsgard, por Chernobyl
  • Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou telefilme: Toni Collette, por Unbelievable
  • Melhor série animada: BoJack Horseman
  • Melhor talk show: The Late Late Show with James Corden/Late Night with Seth Meyers (EMPATE)
  • Melhor especial de comédia: Live in Front of a Studio Audience: Norman Lear's All in the Family and The Jeffersons

Filmes e séries