Topo

Coluna

Adriana de Barros


Nelson Gonçalves é homenageado pelos Correios no dia em que faria 100 anos

Divulgação
Nelson Gonçalves ganhará selo oficial do centenário de nascimento Imagem: Divulgação
Adriana de Barros

Adriana trabalha no UOL desde 2000, passou pelas rádios Mix FM, 97Rock e pela gravadora Sony Music.

2019-06-21T12:38:37

21/06/2019 12h38

Depois de homenagear Renato Russo com um selo oficial do líder da Legião Urbana, os Correios lançam hoje (21) a estampa comemorativa dos 100 anos do nascimento de Nelson Gonçalves nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Santana do Livramento (RS), cidade natal do cantor.

A foto é de Cristina Granato e arte da Rock Comunicação. Na peça, o cantor surge em uma imagem em preto e branco, e uma aplicação dourada nos dizeres "Nelson Gonçalves - Centenário", mais abaixo a frase "A maior voz do Brasil". A emissão tem tiragem de 20 mil folhas, cada uma com 20 selos.

Cristina Granado
Selo comemorativo de Nelson Gonçalves Imagem: Cristina Granado
O selo será vendido a R$ 1,30 a unidade. As peças estarão disponíveis nas principais agências do país e na loja virtual dos Correios.

"Tenho grande orgulho do meu pai, sou grata à vida por ter me colocado ao seu lado, trabalhando por mais de uma década como sua empresária; agradeço muito aos Correios por ter programado essa homenagem", diz Margareth Gonçalves, filha do cantor.

Sua irmã, Lilian Gonçalves, destaca a importância da obra do cantor para o país. "O Brasil precisa olhar para sua história e lustrar a memória dos seus grandes nomes, que fazem a cultura brasileira, especialmente a música, que tem reconhecimento internacional.

O lançamento em São Paulo será no Bar do Nelson, em Santa Cecília, a partir de 21h.

Considerado o maior intérprete do Brasil, dono de uma voz única, Nelson Gonçalves vendeu mais de 80 milhões de discos e conquistou o título, nos anos 40, de "O Rei do Rádio".

Suas interpretações permanecem na memória de seus fãs, entre elas "Maria Bethânia", "Normalista", "Caminhemos", "Renúncia", "Fica Comigo está Noite", "Deusa do Asfalto", "Êxtase", "Escultura", "A Volta do Boêmio", entre outras.