PUBLICIDADE
Topo

Saudades do Yuka? Assistir ao doc sobre sua vida é ganhar 1h30 no seu dia

O músico Marcelo Yuka, ex-integrante e um dos fundadores do grupo O Rappa - Marcio Nunes/Divulgação
O músico Marcelo Yuka, ex-integrante e um dos fundadores do grupo O Rappa Imagem: Marcio Nunes/Divulgação
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

20/01/2019 11h00

Após o anúncio da morte do Marcelo Yuka fui atrás de assistir o documentário "Marcelo Yuka - No Caminho das Setas", de 2012. O longa participou de mais de 15 festivais nacionais e internacionais, e ganhou o prêmio de melhor montagem no Festival do Rio 2011, e vencedor do Júri Popular online no Festival In-Edit Brasil.

Com cerca de uma hora e meia, o filme com direção de Daniela Broitman, nos transporta para momentos de dor, sensibilidade, criatividade, decepção, esperança e acima de tudo perseverança e genialidade do músico, que aos 34 anos, no auge da carreira, viu sua vida mudar depois de levar nove tiros em uma tentativa de assalto no Rio de Janeiro.

Vítima da violência urbana, Yuka mesmo com todas as dificuldades de locomoção e dores ininterruptas no corpo, aumenta seu ativismo e o alcance social de suas críticas. Vale ressaltar que ele ainda atuou por mais seis anos após este registro.

Reserve este tempo do seu dia para assistir ao filme e entender ainda mais a grandiosidade do cara.

Só nos resta agradecer pelo legado. Obrigada, Yuka.

Veja abaixo o trailer do filme:

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL