PUBLICIDADE
Topo

André Abujamra pede fim das fronteiras em álbum que homenageia as águas

André Abujamra lança o clipe de "O Mar" - Mustafa Seven
André Abujamra lança o clipe de "O Mar" Imagem: Mustafa Seven
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

23/03/2018 07h00

Chegou o momento de André Abujamra apresentar ao público seu "projeto da vida": "Omindá - A União das Almas do Mundo Pelas Águas". O álbum está disponível em todas plataformas digitais e suas 15 músicas serão apresentadas ao vivo nesta sexta (22), sábado (23) e domingo (24) no palco do Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

Foram 11 anos desde a concepção até o lançamento do trabalho, que homenageia as águas. Foi a maneira que Abujamra encontrou de acabar com as fronteiras mentais que nos impedem de viver em união, já que para tal elemento não há barreiras.

"Omindá" tem a participação de artistas de 13 países: Rússia, Japão, Estados Unidos, Argentina, Uruguai, Índia, Mali, França, Portugal, Bulgária, Jordânia, República Tcheca e Brasil, aos quais o músico viajou captando sons e imagens. Tudo isso será mostrado nos três shows. No final do ano passado, ele já havia dado pistas de que estava a caminho com videoclipe "O Mar".

Além dos artistas internacionais, participam brasileiros como o percussionista Marcos Suzano, o violeiro Ricardo Vignini, a Trupe Chá de Boldo, Maurício Pereira (ex-parceiro da banda Os Mulheres Negras), Ritchie e Paulinho Moska.

Integram o trabalho as músicas “O Mar”, “Real Grandeza”, “Barulhinho” e “Povo Bonito” compostas por André, além de parcerias dele com Xis, Theo Werneck e Oki Dub (“Leviatan”) e Mauricio Pereira, Mintcho  Garramone, Anelis Assumpção e Martim Buscaglia (“Xangô”), entre outras. Durante a apresentação serão exibidas imagens selecionadas por André em suas viagens.

O que significa Omindá?

Na língua Yoruba é a junção das palavras omin (água) e da (alma). O significado reflete o objetivo do projeto: ser uma grande celebração da diversidade e da comunhão pela arte.