Topo

Pop


Shakira prepara celebração da cultura latina e de seu aniversário no Super Bowl

Mariana Pekin/UOL
Imagem: Mariana Pekin/UOL

May Ponzo

Em Barcelona

07/11/2019 10h06

A estrela pop colombiana Shakira quer fazer da sua apresentação no Super Bowl 2020 uma celebração da cultura latina - e também do seu próprio aniversário.

A vencedora de três prêmios Grammy aparecerá no muito aguardado show do intervalo da competição no dia 2 de fevereiro ao lado da cantora e atriz Jennifer Lopez, que tem ascendência porto-riquenha.

"Acho que estar no Super Bowl... é muito simbólico de certa forma, e sinto que temos uma grande responsabilidade com os latinos de todo o mundo", disse Shakira à Reuters em Barcelona, cidade onde reside.

"Há muito para se comemorar a respeito de nossa cultura latina, e é uma grande oportunidade estar neste palco muito importante", acrescentou a cantora sobre a apresentação, que coincidirá com seu aniversário de 43 anos.

A decisão do campeonato de futebol americano, que será disputada em Miami, é o maior evento anual da televisão dos Estados Unidos, e o show do intervalo costuma contar com alguns dos artistas mais conhecidos do planeta. A transmissão do ano passado atraiu 98,2 milhões de espectadores.

Shakira disse que lutou para levar a música latina ao grande público no início de sua carreira, nos anos 1990, mas que o cenário mudou.

"Tive que enfrentar... Muitos obstáculos à época... Mas agora acho que a situação é diferente, a atmosfera, a receptividade é ótima e torna muito mais fácil lançar música em espanhol".

"Acho que há muitos artistas maravilhosos por aí que merecem ser ouvidos e que não têm que passar por tudo que passei à época".

Shakira conversou com a Reuters pouco antes do lançamento de seu filme "Shakira in Concert: El Dorado World Tour", que chegará aos cinemas de mais de 60 países para uma única exibição no dia 13 de novembro.

A turnê de 2018 marcou um retorno triunfante para a artista, que sofreu uma hemorragia em uma corda vocal e teve que atrasar o giro duas vezes. Ela disse que a turnê refletiu "muita vulnerabilidade, mas também perseverança".

Pop