Topo

Integrante do BTS é investigado por "erro" em acidente de carro

Jungkook, integrante do BTS - Getty Images
Jungkook, integrante do BTS Imagem: Getty Images

05/11/2019 18h52

Um integrante da boyband sul-coreana BTS está sendo investigado pela polícia desde que admitiu que teve culpa por um acidente envolvendo o carro que dirigia e um táxi, comunicou a agência do grupo.

Jungkook, principal vocalista do grupo, dirigia pelo centro de Seul na semana passada quando atingiu um táxi devido a "um erro de sua parte", disse a Big Hit Entertainment na segunda-feira. O cantor, de 22 anos, admitiu imediatamente que violou as leis de trânsito e foi interrogado pela polícia.

"Nem a vítima nem Jung Kook sofreram ferimentos graves", disse a Big Hit em um comunicado.

"Ele deu uma declaração no departamento de polícia e chegou a um acordo amistoso com a vítima."

A agência de Jungkook, cujo nome completo é Jeon Jung-kook, pediu desculpas à vítima e aos fãs. A empresa não forneceu mais detalhes sobre a causa do acidente, citando uma investigação em andamento, mas a mídia local disse que ele atravessou um semáforo.

Autoridades de polícia de Yongsan, distrito do sul de Seul, se recusaram a comentar citando regulamentos internos.

O septeto BTS encabeçou uma febre de música pop coreana, coroando o sucesso com três discos no topo da parada Billboard em menos de um ano, uma indicação ao Grammy de 2019 e shows de Nova York à Arábia Saudita.

Na semana passada, o grupo encerrou uma turnê mundial que incluiu 10 cidades e os levou a se apresentar diante de um total de mais de um milhão de fãs.

K-pop