PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Covas espera reabrir cinemas e teatros em SP até o começo de outubro

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) - Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdo
O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) Imagem: Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

21/08/2020 11h24

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), espera que a capital possa entrar na fase verde do plano gradual de reabertura das atividades econômicas no fim de setembro ou no começo de outubro, caso a pandemia de covid-19 siga em desaceleração na cidade. A etapa prevê a reabertura de atividades culturais, como cinemas e teatros. A declaração foi feita em entrevista concedida hoje à "Rádio Gaúcha".

"Esperamos para o fim de setembro, começo de outubro passar para a fase quatro, quando poderemos retomar teatros, cinemas, que estão na fase quatro", disse.

O político tucano explicou que atualmente a capital está na fase amarela da retomada e que a reabertura de academias, bares, restaurantes e shoppings não resultou em um aumento no número de casos de covid-19 na cidade. Segundo o prefeito, a pandemia está em redução no município há 10 semanas.

O prefeito de São Paulo também comentou sobre a decisão de não permitir o retorno das de reforço e uso de laboratórios e bibliotecas no município em setembro. De acordo com ele, a administração municipal ainda trabalha com o horizonte para uma volta em outubro, mas a decisão será tomada pela área da Saúde.

"Só vamos volta a ter aula na cidade quando a área da Saúde autorizar. Esse é um tema que temos mais dúvidas do que certezas. Até hoje não foi dito qual a quantidade da população precisa estar imunizada para atingir imunidade de rebanho. Se fala em 30%, 60%. Vamos acompanhando, mas, se a área da Saúde disser que tudo bem, não tem motivos para não voltar", comentou.

Entretenimento