PUBLICIDADE
Topo

Tiee se desculpa por show lotado: 'Tudo flexibiliza, menos meu trabalho'

O cantor Tiee em show no boteco Capadócia, no Rio de Janeiro - Reprodução/Twitter
O cantor Tiee em show no boteco Capadócia, no Rio de Janeiro Imagem: Reprodução/Twitter

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

11/08/2020 12h27Atualizada em 11/08/2020 13h03

O cantor Tiee se manifestou hoje, por meio de sua assessoria de imprensa, sobre o show lotado, com direito a aglomeração e fila na porta no boteco Capadócia, no bairro de Marechal Hermes, na zona norte do Rio. Ele se justificou dizendo que está há seis meses sem trabalhar.

Desculpas, mas fui chamado a trabalhar. Como todo brasileiro e brasileira, tenho meus compromissos, pessoas dependem de mim e do meu trabalho. Em um primeiro momento, eu fiz trabalho social para ajudar pessoas que direta ou indiretamente foram afetadas pelo vírus. Eu sei bem do que se trata, senti na pele. Mas chega uma hora em que tudo se 'flexibiliza', menos o meu trabalho.

O artista citou que na flexibilização da prefeitura do Rio já se pensam em retomar às aulas, os mercados populares da cidade e as praias.

"Outros locais públicos apresentam aglomeração todos os dias, mas o problema é meu trabalho. Como diz o poeta 'Sempre fui obediente?', mas fui chamado ao trabalho, de onde vem o meu sustento e o de muitos que me acompanham. Minha intenção não foi desrespeitar ninguém, ofender ninguém, mas, novamente digo, fui chamado a trabalhar. O chefe de família falou mais alto. Desculpas!".

Alguns minutos após a publicação desta matéria, a assessoria do artista enviou a mensagem de Tiee com algumas alterações. Na nova versão, ele diz que concordou com a contratação após a garantia dos organizadores de que haveria o cumprimento de todas as normas de segurança em relação à saúde de todos.

"Segundo foi informado pela produção do evento foi verificada temperatura, fornecido álcool em gel e exigido o uso de máscaras após a entrada ao local".

No evento do Facebook, o boteco Capadócia disse que ia "atender a todas as normas de segurança e saúde" contra a covid-19, mas o que se viu nos vídeos que circulam nas redes sociais é o contrário, muita gente aglomerada e a maioria sem máscaras.

Cantor fez alerta em maio

Tiee contou aos fãs em maio que ele e a família haviam contraído o novo coronavírus, e pediu que os seguidores levassem a sério a doença.

São mais de 15 dias nessa guerra contra esse vírus maldito que acertou minha família em cheio. Hoje é o meu melhor dia e só Deus sabe a força que tenho que fazer para falar simples palavras com vocês. Peço que orem por todos os meus, levem isso a sério porque é realmente devastador.