PUBLICIDADE
Topo

Ryan Reynolds anuncia iniciativa para aumentar diversidade no cinema

Ryan Reynolds anunciou hoje um programa que ajudará a formar negros e indígenas para trabalhar no mercado audiovisual - Mariana Pekin/UOL
Ryan Reynolds anunciou hoje um programa que ajudará a formar negros e indígenas para trabalhar no mercado audiovisual Imagem: Mariana Pekin/UOL

Do UOL, em São Paulo

31/07/2020 15h30Atualizada em 31/07/2020 17h34

O ator Ryan Reynolds ("Deadpool") anunciou hoje a criação de um programa que ajudará a formar "negros, indígenas e várias outras comunidades marginalizadas" para trabalhar na indústria do cinema. O nome da iniciativa é Group Effort Initiative (Iniciativa de Esforço em Grupo).

"Fazer um filme é um esforço de grupo, mas por muito tempo esse grupo excluiu sistematicamente negros, indígenas, pessoas de cor e várias outras comunidades marginalizadas. Esse é um problema global que não será corrigido de um dia para a noite, mas as alterações podem começar local e imediatamente", afirmou o ator em vídeo no YouTube.

A ideia é que o aprendizado venha de experiências reais, ao trabalhar em produções de Reynolds. O plano do ator é recrutar de 10 a 20 colaboradores, que receberão pagamento, alojamento e terão suas despesas de viagem cobertas.

O primeiro dos filmes de Reynolds que adotará esse programa será seu próximo longa de viagem no tempo, ainda sem título, do diretor Shawn Levy, o produtor de Stranger Things que anteriormente dirigiu o ator em "Free Guy".

Eles então "passarão seus dias aprendendo com os profissionais no set e obtendo uma experiência da vida real, até que eles, esperançosamente, alcancem uma carreira na indústria cinematográfica", acrescentou Reynolds.

Detalhes das inscrições e o cronograma das filmagens serão enviados nas próximas semanas, mas as partes interessadas podem se registrar no site recém-lançado da Iniciativa.

"Essa é uma ação esperada já há muito tempo, mas tenho que agradecer à Netflix e à [produtora] Skydance por nos deixar fazer isso. E como se chama Esforço em Grupo, esperamos que as pessoas com o privilégio que eu tenho possam se juntar a esse esforço", concluiu o ator.