PUBLICIDADE
Topo

De Volta Para o Futuro: Coca-Cola quase foi combustível de viagem no tempo

Cena de "De Volta Para o Futuro" (1985) - Divulgação
Cena de "De Volta Para o Futuro" (1985) Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

30/07/2020 13h01

Antes de Michael J. Fox ser escalado para viver Marty McFly em "De Volta Para o Futuro", Jon Cryer fez um teste para interpretar o personagem. Pouco mais de 35 anos depois do lançamento do primeiro filme da trilogia, Cryer resolveu contar que o roteiro original era bem diferente do que foi visto pelo público nas telonas.

Em publicações no Twitter, Cryer (o Alan, de "Two and a Half Men", e o Lex Luthor, de "Supergirl") disse que Michael J. Fox não "correu nenhum risco" com ele. "Mas o roteiro que eu li era muito diferente daquele que acabou filmado. Ele começava com o Marty tocando em sua guitarra elétrica o tema de 'Contatos Imediatos de Terceiro Grau' enquanto pirateava um VHS do filme", completou.

"E a máquina do tempo não era uma Delorean que tinha que viajar a 144km/h e receber 1,21 gigawatts de energia, mas apenas... Bem... Uma máquina do tempo que precisava de fissão nuclear e um ingrediente secreto que acabou sendo Coca-Cola (juro por Deus)", seguiu contando o ator.

Além disso, Cryer também contou que a sequência final do filme não envolvia o relógio na torre, e nem um raio. No primeiro roteiro do longa-metragem, Marty invadia um teste nuclear com a máquina do tempo para ficar perto da explosão. No entanto, quando pegava o refrigerante, deixava escapar a garrafa e entrava em pânico.

"Ele confere uma geladeira e acha a garrafa. Ele coloca a bebida na máquina, mas então descobre? Caramba! Preciso sobreviver a uma explosão nuclear! Ele entra em pânico outra vez. Mas então ocorre para ele que tem uma caixa branca ao lado dele também conhecida como... Uma geladeira", escreveu.

"Ele sobe nela, fecha a porta, a bomba explode, a máquina do tempo é ativada e ele é enviado de volta para o futuro", finalizou.

Jon Cryer ainda disse que a cena da geladeira foi usada por Steven Spielberg na abertura de "Indiana Jones e O Reino da Caveira de Cristal", de 2008. No filme, o herói vivido por Harrison Ford sobrevive à explosão de uma bomba nuclear dentro de uma geladeira.

Filmes e séries