PUBLICIDADE
Topo

Demi Lovato defende Kanye West: 'O que aconteceu com a empatia?'

Kanye West e Demi Lovato - Reprodução/Instagram
Kanye West e Demi Lovato Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/07/2020 17h37

Demi Lovato apareceu em sua conta no Twitter, na tarde de hoje, para defender Kanye West dos ataques que vem recebendo de internautas desde a noite de ontem.

O rapper, que estaria enfrentando uma crise de bipolaridade, escreveu na mesma rede social alguns tweets desconexos, acusando sua sogra Kris Jenner e a mulher, Kim Kardashian, de querer interná-lo em uma clínica psiquiátrica para forçá-lo a fazer um tratamento.

Ele, que lançou uma candidatura à presidência dos Estados Unidos, fez um comício no último domingo (19) onde contou uma história envolvendo Kim e um suposto aborto que ela planejou na primeira gravidez, em 2012.

"Kim estava tentando viajar para Wyoming com um médico para me internar como no filme 'Corra!', só porque eu chorei por salvar a vida das minhas filhas ontem", escreveu ele, citando também que o filme "Corra!" (2018), de Jordan Peele, é sobre ele.

Com tudo isso, Kanye teve seu nome no topo dos Trending Topics, com centenas de usuários do Twitter tirando sarro do artista.

Demi, então, fez questão de passar um sermão. "Seria legal se pelo menos uma vez as pessoas pudessem deixar de lado os aplicativos para fazer memes e orassem por alguém que está lutando com uma doença mental. O que aconteceu com a empatia?", questionou.

Ela própria já foi vítima dos mesmos "trolls" das redes sociais por conta de sua luta contra a depressão e a dependência química, que já dura alguns anos.

"Também é incrível para mim que as pessoas realmente acham que eles sabem de verdade o que celebridades estão passando. Talvez dê um passo para trás e lembre-se que você não sabe de tudo sobre alguém mesmo que você os veja na televisão. Não finjam que sabem sobre a doença mental de alguém se você não o conhece pessoalmente. Se toque", afirmou na sequência.