PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Segurança de Depp diz que Amber Heard apagou cigarro no rosto do ator

Amber Heard - Presley Ann/Getty Images
Amber Heard Imagem: Presley Ann/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

14/07/2020 15h02

Malcolm Connolly, segurança pessoal de Johnny Depp, contou que o ator alegou que sua ex-mulher, Amber Heard, apagou um cigarro em seu rosto. As informações são da Variety.

Além de relembrar a confissão do ator, feita na época da agressão, o segurança também confirmou que viu a cicatriz deixada pela queimadura.

A situação teria acontecido em março de 2015, na Austrália, onde Depp estava filmando "Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar". Segundo Connolly, a briga também teria causado um corte no dedo de Depp. "Vi o dedo dele e estava uma bagunça", disse o segurança.

Connolly disse ainda que nunca viu Depp atacar Heard. "Eu não toleraria que nenhum homem atingisse uma mulher", afirmou. "Não importa quem ele seja. Nem mesmo se ele é meu chefe. Nem mesmo se ele é o papa", completou.

O segurança, que trabalha para Depp há 16 anos, testemunhou na Alta Corte de Londres ontem, sexto dia do julgamento por difamação que o ator move contra o The Sun e seu grupo editorial, NGN. O artista acusa o tabloide inglês de retratá-lo em 2018 como um "agressor de esposas".

Ontem, Stephen Deuters, ex-assistente pessoal de Johnny Depp, também afirmou que Amber Heard, ex-mulher do ator, foi a "abusadora" durante o relacionamento dos dois.

Johnny Depp está envolvido desde a última semana no processo por difamação na Alta Corte de Londres.

Durante as audiências, Depp chegou a assumir que bateu em Amber Heard, algo que sempre negou. O ator admitiu que deu uma cabeçada na atriz, sua ex-mulher, durante uma discussão do casal. Depp explicou que cometeu o ato "acidentalmente".

Entretenimento