PUBLICIDADE
Topo

Música

Stevie Wonder critica racismo e Trump: 'Enxergo melhor do que você em 2020'

O cantor Stevie Wonder em novembro de 2019 - Bill Pugliano/Getty Images
O cantor Stevie Wonder em novembro de 2019 Imagem: Bill Pugliano/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

23/06/2020 23h50

O cantor Stevie Wonder, que é cego, disse hoje que se considera mais capaz de "enxergar" a realidade atual do que Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, enquanto parte do país protesta contra o racismo que levou à morte de George Floyd, vítima de ação policial.

"É um dia ruim quando eu consigo enxergar melhor do que a sua visão de 2020", ironizou ele, em um vídeo no qual abordou os temas sociais e a discriminação racial.

Ele levantou um questionamento ao se referir ao chamado "Juneteenth", o dia 19 de junho, data em que é comemorado a emancipação da escravidão no Texas e em todos os outros estados confederados do sul dos Estados Unidos.

"Qual é a sensação de comemorar a liberdade que ainda estamos lutando para ter? Hm, pareceu e ainda parece muito familiar. Eu conheço esta dança, eu já ouvi estas músicas", afirmou Stevie, relembrando a jornada de Martin Luther King Jr.

"Eu ouvi a pessoa no mais alto posto de comando da nação dizer: 'Há pessoas boas dos dois lados'. Isso parece algo que se diz sem compromisso. (...) Um dia, você com certeza vai lamentar", completou o cantor, falando de Trump sem citar o nome do presidente.

Música