PUBLICIDADE
Topo

Rapper Houdini morre aos 21 anos, vítima de tiroteio no Canadá

O rapper Houdini, que foi morto em Toronto, aos 21 anos - Reprodução/Instagram
O rapper Houdini, que foi morto em Toronto, aos 21 anos Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

27/05/2020 08h57

O rapper Houdini foi morto em um tiroteio na tarde de ontem em Toronto (Canadá). Segundo o Daily Mirror, ele foi atingido por tiros do lado de fora de um hotel da cidade — outras duas pessoas, uma mulher de 27 anos e um garoto de 15, se feriram, mas não correm risco de morte.

Colega de Houdini na cena do hip hop canadense, Tory Lanez lamentou a morte no Instagram: "Estou tentando, mas não consigo impedir as lágrimas de caírem... Não consigo encontrar palavras para um discurso neste momento. Vocês me tiraram o meu amigo, e tudo o que ele queria era viver!".

Polícia

De acordo com a polícia de Toronto, o tiroteio aconteceu por volta das 16h de ontem. O porta-voz da instituição disse que o ataque provavelmente foi planejado, e que testemunhas disseram que o carro de onde partiram os tiros estava esperando do lado de fora do hotel por pelo menos 40 minutos.

"Este foi um ataque muito violento, à luz do dia, mas isso também significa que conseguiremos encontrar os culpados mais facilmente. Sabemos que havia um motorista, e que o atirador saiu do lado do passageiro", explicou.

Carreira

Na ativa desde pelo menos 2017, Houdini construiu uma base de fãs sólida no Canadá. Sua página no Spotify registra atualmente mais de 313 mil ouvintes mensais, e recebeu 19,2 milhões de streams em 2019.

No YouTube, vídeos como os de "Backseat" e "Myself" contam com mais de 1 milhão de visualizações.