PUBLICIDADE
Topo

Spotify remove limite de 10 mil músicas salvas na biblioteca

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

26/05/2020 15h02

Os usuários do Spotify não terão mais que escolher entre suas músicas preferidas para compor sua biblioteca. A plataforma de streaming confirmou ao UOL que o limite de 10 mil músicas salvas foi removido ao redor do mundo, incluindo no Brasil.

O aplicativo chamou a atualização de "experiência de biblioteca ilimitada". A mudança afeta tanto músicas individuais salvas pelos usuários na biblioteca quando álbuns completos, erradicando a temida notificação de "memória cheia" da plataforma.

Funcionalidades não afetadas

Uma coisa que a remoção do limite não afeta, no entanto, é a capacidade de salvar músicas para ouvir offline. Neste caso, o teto continua sendo de 10 mil faixas por dispositivo, com um limite de 5 dispositivos por usuário.

Dez mil também segue sendo o número máximo de músicas em uma mesma playlist. Apenas a seção "músicas salvas" do Spotify sofre mudanças.

Pedido dos usuários

O Spotify notou que esta é uma modificação bastante pedida nos fóruns abertos ao público. Segundo a empresa, mais de 12,5 mil usuários apoiaram a sugestão por lá desde 2014, quando foi postada originalmente.