PUBLICIDADE
Topo

Jon Whiteley, ator que ganhou Oscar aos oito anos, morre aos 75

Jon Whiteley (à esq.) com Dirk Bogarde em cena de "O Jardineiro Espanhol" (1956) - Reprodução
Jon Whiteley (à esq.) com Dirk Bogarde em cena de 'O Jardineiro Espanhol' (1956) Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

21/05/2020 09h54

Resumo da notícia

  • Jon Whiteley ganhou 'Oscar juvenil' por 'Os Raptores' (1953)
  • Prêmio da Academia era uma versão miniatura da estatueta do Oscar
  • Após mais alguns papéis, o ator mirim deixou Hollywood para trás
  • Ele se tornou professor, curador e historiador de arte no Reino Unido
  • Whiteley morreu aos 75 anos, de causas não especificadas

Jon Whiteley, um dos atores a receber o "Oscar juvenil" da Academia, morreu aos 75 anos de idade. A notícia foi confirmada ao The Hollywood Reporter pelo Museu Ashmolean, onde ele trabalhou por 38 anos antes de se aposentar. A causa da morte é desconhecida.

Whiteley tinha oito anos quando filmou "Os Raptores" (1953), em que interpretava um menino que, com seu irmão, que passa a morar com os avós após a morte dos pais. Quando eles encontram um bebê abandonado, decidem criá-lo como parte de sua família.

Oscar juvenil

10.12.2019 - Jon Whiteley (à dir.) com a mulher, Linda, em evento em Londres (Reino Unido) - David M. Benett/Getty Images - David M. Benett/Getty Images
10.12.2019 - Jon Whiteley (à dir.) com a mulher, Linda, em evento em Londres (Reino Unido)
Imagem: David M. Benett/Getty Images

Após lançamento nos EUA, o filme britânico chamou a atenção da Academia. Whiteley e seu colega de elenco, Vincent Winter, foram então escolhidos para receber duas estatuetas honorárias do "Oscar juvenil".

O prêmio era uma versão em miniatura do troféu tradicional do Oscar, e foi dado a 12 atores mirins durante sua existência, entre 1935 e 1961. A lista de honrados inclui nomes conhecidos, como Judy Garland e Shirley Temple.

Os pais de Whiteley não deixaram ele viajar a Los Angeles para a cerimônia, de forma que seu Oscar chegou por correio semanas depois. "Eu me lembro de ficar um pouco desapontado. Achei a estatueta feia", brincou ele em entrevista de 2014.

Outros filmes

Whiteley não prosseguiu na atuação por muito tempo após receber o prêmio. Ele apareceu em apenas quatro outros filmes em sua carreira: "Devoção de Assassino" (1952), "O Tesouro de Barba Rubra" (1955), "O Seu Primeiro Crime" (1956) e "O Jardineiro Espanhol" (1956).

Na TV, atuou ainda em episódios de "The Adventures of Robin Hood" (1957) e "Jericho" (1966). Na vida adulta, se tornou professor, historiador e curador de arte.