PUBLICIDADE
Topo

Morre Ken Osmond, astro da série 'Leave it to Beaver', aos 76

Ken Osmond (à dir.) como Eddie em cena de "Leave it to Beaver" (1957-1963) - Reprodução/IMDb
Ken Osmond (à dir.) como Eddie em cena de 'Leave it to Beaver' (1957-1963) Imagem: Reprodução/IMDb

Do UOL, em São Paulo

18/05/2020 15h47

Resumo da notícia

  • O ator Ken Osmond morreu aos 76 anos de idade
  • Causa da morte não foi confirmada pela família
  • Osmond era conhecido como o Eddie de 'Leave it to Beaver' (1957-1963)
  • Na versão cinematográfica de 1997, retornou para viver o pai do personagem

O ator Ken Osmond, que ficou famoso por interpretar o levado Eddie Haskell na série "Leave it to Beaver" (1957-1963), morreu na manhã de hoje aos 76 anos. Fontes próximas à família confirmaram a notícia à Variety, mas a causa da morte não foi revelada.

O papel marcou tanto a carreira de Osmond que ele se viu repetindo a dose em revivals, reboots e remakes por quatro décadas. Em 1997, quando a série foi transformada no filme "Foi Sem Querer", ele interpretou o pai do jovem Eddie, que foi vivido por Adam Zolotin.

Astro infantil

01.12.2013 - Ken Osmond em evento em Los Angeles (EUA) - David Livingston/Getty Images - David Livingston/Getty Images
01.12.2013 - Ken Osmond em evento em Los Angeles (EUA)
Imagem: David Livingston/Getty Images

Osmond tinha 14 anos quando foi escalado para a versão original de "Leave it to Beaver", mas já era um "veterano" das telas. Ele começou a aparecer nos cinemas aos nove, com participações em filmes como "O Veleiro da Aventura" (1952) e "O Ocaso de uma Alma" (1955).

Na mesma época, foi parar na TV com papéis em séries como "Lassie" e "Caravana". Depois do fim de "Beaver", voltou a fazer participações especiais, em títulos clássicos, como "Os Monstros" e "Happy Days".

Policial

Nos anos 70, quando os papéis se tornaram mais escassos, Osmond fez uma troca de carreira radical: ele se tornou um oficial da Polícia de Los Angeles (EUA). Em 1980, foi baleado enquanto perseguia um homem suspeito de roubar carros — depois disso, foi colocado em licença e se aposentou em 1988.

Em 2007, seu nome voltou a aparecer nas manchetes quando ele e o colega ator Jack Klugman ("The Odd Couple") processaram o sindicado de atores de Hollywood por supostamente coletar royalties internacionais sem notificá-los. Os lados chegaram a um acordo em 2010.