PUBLICIDADE
Topo

Youtuber tem vídeos bloqueados e resolve publicá-los em site pornô

Felipe Castanhari (Foto: Reprodução/ Instagram) - Felipe Castanhari (Foto: Reprodução/ Instagram)
Felipe Castanhari (Foto: Reprodução/ Instagram) Imagem: Felipe Castanhari (Foto: Reprodução/ Instagram)

Daniel Palomares

Do UOL, em São Paulo

12/05/2020 09h31

Felipe Castanhari é um dos maiores nomes do YouTube no Brasil. Seu "Canal Nostalgia" tem 13 milhões de inscritos que acompanham seus vídeos sobre períodos históricos, dúvidas científicas e também sobre grandes astros da música e do cinema.

Porém, na noite de ontem, Castanhari desabafou no Twitter sobre dois vídeos seus, um sobre os Beatles e um sobre Chaplin, que tinham sido bloqueados no YouTube. "Por conta de direitos autorais. Não há nada que eu possa fazer", lamentou o youtuber.

Eis, então, que surge uma ideia curiosa: e se outro site, com uma proposta quase parecida com a do YouTube, hospedasse os vídeos? Quem viu "XVideos" entre os termos mais comentados do Twitter nesta manhã já entendeu tudo.

O XVideos é uma das maiores plataformas de vídeos pornográficos no mundo e, apesar do foco em conteúdo pornô, não é estranho encontrar canais que hospedem conteúdos diversos por lá, desde episódios completos de séries até... vídeos de Felipe Castanhari!

O youtuber ironizou seu plano estratégico no Twitter. "Quero deixar claro que eu, Felipe Castanhari, jamais iria subir ilegalmente meus documentários bloqueados por direitos autorais no XVideos. Mas, caso algum de vocês resolva fazer isso, ficarei feliz em divulgar. Meu advogado não mandou eu twittar isso", brincou.

É claro que os quase 7 milhões de seguidores de Castanhari no Twitter se divertiram com a história e o Brasil iniciou essa terça-feira já com um site pornô entre os destaques do site.

O pior é que o plano do youtuber acabou dando errado. O vídeo dos Beatles também foi bloqueado no XVideos. "Acho que é porque não teve nenhuma pi*oca nele. Vamos ter que achar outro site de bolos", brincou Castanhari.

Procurado pelo UOL, o YouTube explicou que a decisão sobre conteúdos sob direitos autorais fica a cargo dos detentores de tais direitos. Eles podem pedir para que o conteúdo seja bloqueado, podem socilitar parte da monetização do vídeo sem bloqueá-lo e podem não tomar ação alguma, permitindo que o conteúdo siga publicado normalmente.
A política é a mesma para todos os membros da comunidade, sejam pequenos produtores de conteúdo ou grandes youtubers com milhões de inscritos como é o caso de Castanhari.

Entretenimento