PUBLICIDADE
Topo

Mostras paralelas de Cannes são canceladas; festival principal ainda reluta

Famosos desfilam no tapete vermelho do Festival de Cannes - Loic Venance/AFP
Famosos desfilam no tapete vermelho do Festival de Cannes Imagem: Loic Venance/AFP

Do UOL, em São Paulo

15/04/2020 11h06

A Semana da Crítica de Cannes e a Quinzena dos Realizadores foram canceladas por causa da pandemia do novo coronavírus. Enquanto isso, a organização do Festival de Cinema de Cannes ainda reluta em alterar sua data.

"Após o anúncio do presidente francês de 13 de abril que proibia a realização de qualquer festival até meados de julho, as seções paralelas do Festival de Cannes reconhecem que o adiamento anteriormente considerado para o final de junho/início de julho não é mais uma opção", disse a organização dos dois eventos secundários em comunicado oficial.

Na última segunda-feira, o presidente Emmanuel Macron proibiu grandes reuniões pelo menos até meados de julho para conter a pandemia. Já a quarentena na França foi prolongada até o dia 11 de maio.

O Cannes Lions, mais importante evento de propaganda e publicidade do mundo, também já foi cancelado. O anúncio oficial aconteceu no início deste mês. Em março, o evento havia sido transferido de junho para outubro.

A organização do Festival de Cinema de Cannes havia anunciado que estava adiando o 73º Festival, que inicialmente aconteceria de 12 a 23 de maio. A previsão era de que o evento acontecesse entre o fim de junho e começo de julho, mas novamente organizadores divulgaram que o festival não será realizado na data prevista. Opções para uma edição de 2020 do festival ainda estão sendo exploradas.

O diretor-geral Thierry Fremaux jogou um balde de água fria nas expectativas de que o Festival de Cinema de Cannes pudesse ter uma edição virtual em 2020. Fremaux garantiu que o evento prefere o risco de continuar sendo adiado em função da pandemia do coronavírus do que optar por uma cerimônia digital.

Filmes e séries