PUBLICIDADE
Topo

Morre o compositor Tantinho da Mangueira, aos 73 anos

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

13/04/2020 08h14

A Estação Primeira de Mangueira anunciou a morte de um de seus compositores, Tantinho da Mangueira. A agremiação confirmou a informação em suas redes sociais, ontem, e o Instagram oficial de Tantinho também. A causa da morte foi uma parada cardíaca, em virtude de complicações de diabetes.

Devani Ferreira, que tinha 73 anos, era baluarte da Mangueira e ganhou uma longa homenagem: "É com imensa tristeza que informamos o falecimento de nosso baluarte e grande compositor Tantinho da Mangueira. Uma perda enorme para a Estação Primeira e para o samba", comunicou a agremiação nas redes sociais.

"Mestre! Mestre! Hoje você deixa uma lacuna muito grande em nossos corações e na música brasileira. Ainda estarrecidos", foi postado na página de Tantinho.

Ainda na página da Mangueira, lembrou-se: "Nascido e criado no Morro de Mangueira, na favela de Santo Antônio, era frequentador assíduo das rodas de partido-alto no Buraco Quente, Chalé e Três Tombos, favelas que também integram o morro, onde conviveu desde pequeno com personagens importantes da localidade, como: Cartola, Nelson Cavaquinho, Dona Neuma, Padeirinho, Nelson Sargento, Pelado, Carlos Cachaça, Geraldo das Neves e Jorge Zagaia, entre outros. Descanse em paz mestre Tantinho!"

Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Conforme conta em seu site, Tantinho compôs seu primeiro samba aos 8 anos e teve a oportunidade de apresentá-lo para o então presidente Juscelino Kubitschek, na inauguração de Brasília. Lá, acompanhou a comitiva da Mangueira ao lado de um de seus principais fundadores: Cartola.

Aos 13 anos, Tantinho já fazia parte da ala dos compositores de sua escola do coração. Além de escrever, tinha voz poderosa - elogiada por Jamelão.

Foi diretor musical da Velha Guarda Musical da Mangueira e Baluarte da Mangueira, além de receber duas vezes o Prêmio da Música Brasileira, como melhor cantor e melhor álbum de samba.

Entretenimento