PUBLICIDADE
Topo

Bacurau brilha em 'cinemas virtuais' e arrecada milhares de dólares nos EUA

Cena do filme "Bacurau", dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles - SBS Distribution
Cena do filme "Bacurau", dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles Imagem: SBS Distribution

Do UOL, em São Paulo

06/04/2020 18h34

"Bacurau" tem feito sucesso em meio à crise do novo coronavírus nos Estados Unidos. O filme brasileiro foi o primeiro a ser exibido em uma espécie de iniciativa independente de "cinemas virtuais", que surgiram no país após as determinações de isolamento social.

O projeto chamado "Kino Marquee" foi elaborado e anunciado logo após o fechamento dos cinemas físicos; a ideia é permitir que as pessoas comprem ingressos nos sites dos cinemas locais — ou seja, apoiando a indústria cinematográfica — e vejam os filmes em suas casas.

A princípio, a iniciativa englobava cerca de uma dúzia de cinemas, mas, na semana passada, foi expandida para cerca de 200 localidades. O brasileiro "Bacurau", dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, foi o primeiro filme escolhido e teve boa recepção.

"Com a Kino Marquee, aqueles primeiros 11 ou 12 cinemas tiveram números expressivos com 'Bacurau' e já arrecadavam milhares de dólares", disse Richard Lorber, o CEO da empresa Kino Lorber, à "Entertainment Weekly".

"Para nós, estes números indicaram que havia uma clientela disposta a pagar e cinemas dispostos a dividir aproximadamente 50% do valor do ingresso. Antes mesmo de terminarmos os primeiros três dias, mais quarenta cinemas apareceram, e depois outros quarenta. Agora, estamos perto de 200 cinemas exibindo Bacurau", completou.

Filmes e séries