PUBLICIDADE
Topo

Só Pra Contrariar previu o coronavírus? Veja evidências em letra de música

Alexandre Pires - Getty Images
Alexandre Pires Imagem: Getty Images

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

02/04/2020 13h35

Das agruras da pandemia do coronavírus, ficar sem abraçar e beijar o amado ou ter de se isolar de quem se gosta está entre os sacrifícios que mais partem o coração da população. E quem diria que, em 1993, ao falar de amor, Alexandre Pires e o Só Pra Contrariar teriam um recado que soaria tão atual em meio à pandemia de 2020? Seria uma previsão, tipo as feitas pelos Simpsons?

Circula nos grupos de WhatsApp trecho de uma letra do grupo de pagode, que fala de um tal vírus, com o alerta: "Alexandre Pires tentou nos avisar em 1999". O ano não é esse, foi até antes. A música é "Que Se Chama Amor" — que qualquer um já se pegou cantando no chuveiro, com o pote de xampu como microfone.

Lançada no disco de 1993, que leva o nome do conjunto e foi o primeiro grande sucesso do SPC, a faixa diz assim, em sua estrofe inicial:

Como é que uma coisa assim machuca tanto
E toma conta de todo o meu ser?
(...) É a dor mais funda que a pessoa pode ter

Até aí, normal, né? Mas repara só:

É um vírus que se pega com mil fantasias
Um simples toque de olhar
Me sinto tão carente, consequência desta dor
Que não tem dia e nem tem hora pra acabar

Relembre a canção:

Como Alexandre estaria falando de outra coisa? Ele alertou. Mas, sentimos muito, não há dicas de como lidar com essa dor toda...

Meu Deus, não!
Eu não posso enfrentar essa dor
Que se chama amor
Tomou conta do meu ser
Dia a dia, pouco a pouco
Já estou ficando louco
Só por causa de você

É, quase tudo na letra soa tão atual — menos essa parte de voltar para casa. Afinal, não estamos nem saindo, não é mesmo?

Aí eu me afogo num copo de cerveja
E nela esteja minha solução
Então, eu chego em casa todo dia embriagado
Vou enfrentar o quarto e dormir com a solidão

Não é à toa que tem muita gente com tanta saudade de uns carinhos que está chamando a quarentena de "carentena"...

Música