PUBLICIDADE
Topo

300 pessoas ficam presas em festival no Panamá por causa do coronavírus

Público participa do festival Tribal Gathering, no Panamá - Reprodução/Instagram
Público participa do festival Tribal Gathering, no Panamá Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

20/03/2020 13h31

Resumo da notícia

  • Frequentadores do festival Tribal Gathering, no Panamá, não podem sair do país
  • Precaução contra o coronavírus foi tomada mesmo sem casos suspeitos ou confirmados no evento
  • Cerca de 300 pessoas estão no local, e devem ficar pelo menos até segunda (23)
  • 'Não sei como eles estão se virando em relação a comida e água', diz funcionária que conseguiu sair

Cerca de 300 pessoas ficaram sem poder voltar para casa após participar do festival Tribal Gathering, no Panamá, segundo a BBC. Turistas de várias partes do mundo compareceram ao evento que juntava música eletrônica a apresentações e conferências sobre a cultura indígena do país da América Central.

Os organizadores disseram que não há casos confirmados ou mesmo suspeitos de coronavírus entre os convidados do festival, mas que o fechamento das fronteiras do Panamá significa que nenhuma das 300 pessoas poderão voltar para casa até ao menos a próxima segunda-feira (23).

Katie Hughes, uma funcionária do Tribal Gathering, contou à BBC que o governo permitiu que o evento continuasse até o seu último dia (no domingo passado), prometendo transporte para levar os convidados à capital do Panamá, de onde poderiam pegar voos para casa.

No entanto, após um caso suspeito de coronavírus surgir entre os presentes, todos foram obrigados a ficar no local até a segunda seguinte, esperando o retorno do teste. Mesmo quando o resultado foi negativo, a saída não foi permitida.

"Tem sido um completo pesadelo. Não nos deram nenhuma informação, nenhuma autoridade governamental ou representante dos organizadores do festival veio falar conosco. Por sorte, o motorista de um dos ônibus do governo concordou em me trazer, junto com outras 10 pessoas, para a capital", contou.

"Não sabemos o que vai acontecer com o restante das pessoas. Eles não tem celulares ou wi-fi lá. Não sei como eles estão se virando em relação a comida e água, visto que o festival está todo fechado", disse ainda.

No Instagram, os organizadores do Tribal Gathering recomendaram que parentes dos frequentadores do festival entrassem em contato com as suas embaixadas no Panamá para tentar resolver a situação.