PUBLICIDADE
Topo

A história de 'Os Novos Mutantes', o filme mais azarado de Hollywood

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

18/03/2020 04h00

Na história recente de Hollywood, é impossível achar um filme que tenha tido tanta má-sorte quanto "Os Novos Mutantes". Parte do universo X-Men construído pela Fox, o filme foi adiado várias vezes e, quando finalmente parecia prestes a ver a luz do dia, acabou sendo uma das produções vitimadas pela pandemia de coronavírus, ao lado de "Mulan" e de "Um Lugar Silencioso".

Mas depois de dois meses sem notícias, parece que agora vai: "Novos Mutantes" finalmente ganhou uma data para estrear nos EUA, o dia 28 de agosto. Uma data brasileira ainda não foi confirmada.

Novos... quem?

Dirigido por Josh Boone ("A Culpa É das Estrelas"), o longa pretendia ser um filme de terror dentro do gênero de super-heróis, contando a história de quatro jovens mutantes presos em em um local contra a sua vontade. O elenco estrelado é encabeçado por Maisie Williams ("Game of Thrones"), Anya Taylor-Joy ("Fragmentado"), Charlie Heaton ("Stranger Things") e pelos brasileiros Henry Zaga ("13 Reasons Why") e Alice Braga ("Queen of the South"). Você vai entender o "pretendia" mais para a frente.

Adiado

A saga começou em 2015, quando o desenvolvimento do projeto teve início. As filmagens aconteceram em 2017 e, no mesmo ano, tanto Alice quanto Henry estiveram na CCXP, em São Paulo, para promover "Novos Mutantes", que, àquela altura, até trailer já tinha. O filme estava com a estreia marcada para abril de 2018. No entanto, em janeiro daquele ano, seu lançamento foi adiado para fevereiro de 2019.

A mudança de calendário seria benéfica, já que, dessa forma, "Novos Mutantes" fugiria da concorrência de "Vingadores: Guerra Infinita" e "Deadpool 2". Mas o fator determinante para o adiamento, segundo o site Collider, foi a necessidade de refilmagens.

Muda... E depois mais uma vez

O filme foi aprovado em uma exibição teste, mas executivos da Fox pediram ao diretor Josh Boone para abraçar mais os elementos de horror do filme, deixando-o mais assustador —o que era a proposta inicial do cineasta.

Maisie Williams em cena de 'Os Novos Mutantes' - Reprodução
Maisie Williams em cena de 'Os Novos Mutantes'
Imagem: Reprodução

O estúdio, que inicialmente havia pedido alterações no roteiro para deixá-lo mais leve para o público jovem, mudou de ideia após o sucesso de "It: A Coisa" e levou em consideração os bons desempenhos de seus filmes de super-heróis para maiores, "Logan" e "Deadpool".

Adia tudo! De novo!

Mas há um problema comum a toda refilmagem: conciliar as agendas de seus atores, o que é especialmente difícil quando dois deles estão em grandes séries de TV. Em 2018, Maisie estava gravando a última temporada de "Game of Thrones", enquanto Charlie Heaton trabalhava na terceira temporada de "Stranger Things". O filme então foi adiado, novamente, agora para agosto de 2019, que ainda não seria sua data definitiva.

No meio disso, a Fox foi adquirida pela Disney, o que complicou ainda mais a situação, posto que os X-Men são parte da Marvel, que já tinha um universo cinematográfico plenamente estabelecido na empresa do Mickey. Surgiram então rumores de que o longa poderia ser lançado diretamente nos serviços de streaming da empresa, como o Hulu ou o Disney+, lançado nos Estados Unidos no fim de novembro.

E mais conFUSÃO

Em entrevista recente à revista "Entertainment Weekly", Boone afirmou que, durante o processo de aquisição da Fox, foi orientado a não trabalhar mais no filme —que, à época, estava quase finalizado na pós-produção. Só um ano depois ele receberia a ligação para completar o longa, em um processo que levou mais alguns meses. As refilmagens, no fim, acabaram não acontecendo.

"Se não houvesse acontecido uma fusão, tenho certeza de que teríamos feito as refilmagens, da mesma forma que qualquer filme. Nem fizemos isso porque, quando o processo já estava terminado, todo o mundo estava mais velho", explicou.

"Novos Mutantes", por fim, havia tido sua estreia marcada para 3 de abril, mas se viu adiado novamente —desta vez, pelo coronavírus. Parece que agora ele encontrou uma data definitiva no dia 28 de agosto. Agora, é torcer para que a situação da pandemia melhore e o retorno aos cinemas possa acontecer, na medida do possível.

Geek