PUBLICIDADE
Topo

Weinstein desejou que Jennifer Aniston fosse morta em mensagem de 2017

Harvey Weinstein no tribunal em Manhattan - REUTERS/Lucas Jackson/File Photo
Harvey Weinstein no tribunal em Manhattan Imagem: REUTERS/Lucas Jackson/File Photo

Do UOL, em São Paulo

10/03/2020 22h01

De acordo com documentos do julgamento de Harvey Weinstein obtidos pela equipe da revista "Variety", o ex-produtor teria desejado a morte de Jennifer Aniston em 2017.

Em 31 de outubro daquele ano, em um e-mail de resposta a uma repórter do jornal National Enquirer, Weinstein disse: "Jen Aniston deveria ser morta".

Na ocasião, a jornalista o procurava para comentar as falsas alegações de que ele teria apalpado o corpo de Aniston — acusação que foi negada pelos representantes legais da própria atriz.

Os e-mails foram obtidos e revisados pela revista "Variety" hoje à tarde, no tribunal de Nova York, nos Estados Unidos. Mais de mil páginas de documentos vieram à tona.

jennifer aniston - Getty Images - Getty Images
A atriz Jennifer Aniston
Imagem: Getty Images