PUBLICIDADE
Topo

Kylie Minogue se emociona com público brasileiro em show no festival GRLS!

Amanda Cavalcanti

Colaboração para o UOL

07/03/2020 22h50

Fazendo seu primeiro show no Brasil em doze anos, a cantora australiana Kylie Minogue ficou responsável por fechar o primeiro dia da primeira edição do festival GRLS!, realizado em São Paulo e com um lineup composto completamente por mulheres.

Citando diversas vezes o quanto ficou emocionada por sua volta, Kylie fez um show de uma hora e meia que emocionou igualmente o público brasileiro.

Homenagem ao Brasil

Começando o show um pouco antes do previsto — às 20h30, sendo a apresentação estava originalmente marcada para as 20h45 —, Kylie surpreendeu os fãs que a esperavam na grade do palco trajados de faixas na cabeça e camisetas com o nome da cantora desde às 15h, horário de início do festival.

Já surpresa pela reação calorosa dos fãs na primeira música, "Love at First Sight", Kylie cravou que aquela seria "a melhor noite de todas", e virou de costas para mostrar sua jaqueta, que continha a palavra "Brasil" cravada de strass.

Showzão e carinho com os fãs

A cantora viria a se surpreender várias vezes com o volume e carinho do público brasileiro durante o show. "Eu tentei me preparar para essa noite, mas não é uma tarefa fácil, porque vocês são incríveis. Faz muito tempo que eu vim [pro Brasil] e sempre quis voltar", falou, antes de apresentar uma música que disse estar cantando especialmente para o público: "In My Arms", um de seus maiores hits, lançado em 2007.

A cantora também encantou o público com seu carisma que, mesmo num palco com diversas estruturas, dançarinos, banda e backing vocals, era o suficiente para que Kylie continuasse sendo o foco de atenção e estrela do show.

Ela se divertia tanto quanto os fãs, dançava e caminhava pelo palco, além de atender alguns pedidos da plateia cantando trechos de hits queridos pelos fãs, ainda que não tão populares, como "Your Disco Needs You" e "Come Into My World". Kylie não perdeu o bom humor mesmo quando foi atingida por um boneco inflável que fazia parte da estrutura de palco, rindo e continuando a apresentação da música "The Loco-Motion", uma versão de uma faixa de Carole King e seu primeiro single.

Kylie Minogue se apresenta no GRLS!, em São Paulo - Iwi Onodera/UOL - Iwi Onodera/UOL
Kylie Minogue se apresenta no GRLS!, em São Paulo
Imagem: Iwi Onodera/UOL

Look que te quero

Não houve modéstia para Kylie. Nos noventa minutos de show, a cantora trocou de look cinco vezes — cada um combinando com o momento da apresentação e as músicas tocadas. Enquanto cantava as canções disco de sua carreira, ela usou um vestido de brilhos azuis; no final do show, para acompanhar seus momentos mais country-pop, usou uma camisa de botões e babados.

As estruturas de palco também não deixaram a desejar, com grandes espelhos e neons, além de um letreiro da palavra "KYLIE" no início. Teve até teatrinho: também de acordo com as músicas e seus respectivos clipes, os bailarinos e backing vocals da cantora contracenavam com ela encenando momentos dramáticos de suas músicas.

Hits e mais hits e mais hits

Um grande misto de canções dos mais de 30 anos da carreira de Kylie, — cujo primeiro álbum foi lançado em 1988 — a apresentação destacou dois momentos especialmente queridos pelo público da cantora. No começo dos anos 2000, ela lançou os hits que tiveram as maiores reações do público, como a parceria com Robbie Williams "Kids" (de 2000), "Slow" (2003) e a grande "Can't Get You Out Of My Head" (2001).

O "comeback" da cantora após seu câncer de mama em 2005, com os álbuns "X" (2007) e "Aphrodite" (2010) também foi um grande momento para o público, que vibrou ao som dos hits "In My Arms" e "All the Lovers". Os momentos mais recentes de sua carreira tiveram apenas uma pequena participação no show: "Dancing", de 2018, foi o único momento dos últimos cinco anos da carreira de Kylie que entrou no show.

Lágrimas de alegria

A cantora encerrou a primeira parte do show com "All the Lovers", e derramou algumas lágrimas pelo volume do coro do público, que segurava bexigas vermelhas em forma de coração e puxou um "Kylie, eu te amo" ao final da música.

Após alguns momentos de suspense, a cantora encerrou a apresentação com o bis "Dancing", "Come Into My World" e "Spinning Around", deixando o palco emocionada após pegar uma bandeira do Brasil do público. "Espero voltar logo desta vez", falou nos últimos momentos da apresentação.