PUBLICIDADE
Topo

Cardi B é processada por agressão contra guarda; rapper estava grávida

YouTube
Imagem: YouTube

Do UOL, em São Paulo

21/02/2020 17h20

Cardi B deve enfrentar um processo de agressão movido por uma segurança de guarda feminina.

De acordo com documentos obtidos pelo TMZ, Emani Ellis entrou com o processo hoje no Tribunal Superior do Condado de Los Angeles e alega ter sido golpeada na cabeça, rosto e corpo.

Ela diz ainda que a rapper cuspiu nela e disparou palavrões e insultos raciais.

A agressão teria acontecido em um hospital e testemunhas oculares disseram ao TMZ que Cardi B tinha acbado de sair de uma consulta médica quando a segurança tentou se aproximar dela para gravar um vídeo ou tirar fotos.

Na ocasião, Cardi teria se recusado a produzir o conteúdo porque não queria ser gravada no hospital. A rapper estava grávida de Kulture, no 4º mês de gestação.

Ainda de acordo com as testemunhas, a Emani Ellis teria ficado chateada e as duas discutiram, mas não teria acontecido agressões ou insultos, como ela afirma no processo.

O processo de acusação alega ainda que Cardi "usou seu status de celebridade para [Ellis] ser demitida do seu emprego como guarda de segurança". No entanto, um representante do hospital disse ao TMZ que o médico e o coordenador da instituição foram os responsáveis por demiti-la pois ambos sentiram que ela teria violado a privacidade da rapper.

Rap gringo