PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Vera Fischer e Pocah juntas? Cantora passou a infância na casa da atriz

Vera Fischer e Pocah  - Reprodução/ Instagram
Vera Fischer e Pocah Imagem: Reprodução/ Instagram

Rafael Godinho

Do UOL, no Rio

19/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • A mãe da funkeira foi babá de Gabriel e Rafaela, filhos da atriz
  • Procurada pelo UOL, Vera falou com carinho sobre a cantora
  • A atriz chegou a levar Pocah para Disney com ela e os filhos
  • Vera foi uma das inspirações artísticas de Pocah

Recentemente, Pocah revelou ter passado a infância e a adolescência frequentando a casa de Vera Fischer. Na época, sua mãe, Marinez Queiroz, trabalhava como babá de Gabriel, filho caçula da atriz. Em entrevista ao UOL, a atriz confirmou a história e falou com muito carinho sobre a cantora carioca.

"A Viviane [nome de batismo de Pocah] era menina ainda quando a mãe dela trabalhava lá em casa. Nós viajamos o Brasil inteiro e fomos para a Disney juntas. Fico feliz em saber que ela tem boas lembranças de mim. Éramos como uma família, com muita alegria", relembra a estrela da TV.

E Pocah faz coro à versão da atriz. "Frequentei a casa da Vera dos 5 aos 16 anos. Minha mãe foi babá do Gabriel e era tratada como se fosse da família. Eu me sentia assim também", disse Pocah ao UOL.

A artista tem muitas memórias boas com a ex-patroa da mãe. Segundo a funkeira, Vera era generosa com seus funcionários.

Pocah e a mãe, Marinez Queiroz - Reprodução/ Instagram - Reprodução/ Instagram
Pocah e a mãe, Marinez Queiroz
Imagem: Reprodução/ Instagram

"Era muito legal. Todo fim de semana, a gente estava lá e passeava no sítio com eles. Foi de extrema importância ter a Vera na nossa vida. Ela nos proporcionou uma infância muito feliz, com viagens, presentes e experiências que minha mãe não podia nos dar", agradece Pocah.

Desde pequena, a cantora queria ser famosa. A convivência com a estrela global aumentou o seu desejo, muito distante da realidade simples de seus pais.

"Acho a Vera incrível como artista, ela foi a minha primeira inspiração feminina. Era a mulher mais glamourosa que eu conhecia. Eu calçava os sapatos dela e achava que um dia seria miss também", brinca a cantora, em referência ao título de Miss Brasil conquistado pela atriz em 1969. "Ela dizia que eu deveria ser modelo, mas não tínhamos dinheiro para investir na minha carreira", analisa a funkeira.

Pocah, com a mãe, Marinez Queiroz, e o irmão, Vinny Darian - Reprodução/ Instagram - Reprodução/ Instagram
Pocah, com a mãe, Marinez Queiroz, e o irmão, Vinny Darian
Imagem: Reprodução/ Instagram

Vera, por sua vez, segue se derretendo pela cantora. "Achei muito legal quando soube que ela virou a Pocah. Desde pequena, ela dizia que queria ser cantora, e eu dizia: 'vai'. Ela conseguiu", comemora a atriz. "Ela sempre foi linda. Achava mesmo que ela deveria ser modelo. Ainda novinha, ela já tinha um cabelão e um jeitinho de ser especial".

A relação de Pocah com a diva da televisão também foi um dos motivos que a fez se interessar por música. Antes de se lançar no funk, gênero pelo qual ficou famosa, a carioca almejava ser um ícone do rock'n'roll.

"Meu irmão [Vinny Darian] tinha uma banda de new metal com o Gabriel, o filho da Vera, e eu acompanhava. Curtíamos um som pesado, como Slipknot, Korn e Limp Bizkit. Meu sonho era ser roqueira. Usava unha preta. Já tive até o cabelo rosa. Demorei um tempo para chegar ao universo do funk", diz.

Ao ser questionada se curte o estilo musical de Pocah, Vera pondera. "Mais ou menos, tem coisas que eu gosto e outras que eu não faço questão de gostar. Acho natural isso. Na verdade, gosto mais de rap do que de funk. Mas respeito o trabalho de cada um e fico muito orgulhosa do que ela conquistou", justifica a atriz.

Na verdade, gosto mais do rap do que do funk. Mas respeito o trabalho de cada um e fico muito orgulhosa do que ela conquistou

Ao fazer uma reflexão sobre o seu passado, Pocah se emociona. O clipe de "Não Sou Obrigada" já soma mais de 64 milhões de visualizações no YouTube.

"Mesmo com a proximidade da Vera em nossa vida, minha mãe achava impossível chegar onde cheguei. Nem eu acredito, às vezes. Só tenho motivos para agradecer", celebra.

Entretenimento