PUBLICIDADE
Topo

Filmes e séries


Coronavírus cancela estreias de filmes na China e causa prejuízo bilionário

22.jan.2020 - Funcionário de cassino em Macau mede temperatura de uma mulher antes de sua entrada no prédio. Essa é uma das recomendações para evitar a propagação do coronavírus que já provocou 17 mortes e está se alastrando em vários países  - Anthony Wallace/AFP
22.jan.2020 - Funcionário de cassino em Macau mede temperatura de uma mulher antes de sua entrada no prédio. Essa é uma das recomendações para evitar a propagação do coronavírus que já provocou 17 mortes e está se alastrando em vários países Imagem: Anthony Wallace/AFP

Do UOL, em São Paulo

23/01/2020 08h46

Resumo da notícia

  • Surto de coronavírus levou a cancelamento de estreia de filmes na China
  • Domingo marcaria início das festas do ano novo chinês, época mais lucrativa para indústria cinematográfica
  • Prejuízo pode passar de US$ 1 bilhão

A indústria cinematográfica chinesa deve sofrer um baque bilionário por conta da crise do coronavírus, que tem se alastrado pelo país oriental. Por conta da crise da saúde, as estreias de vários dos maiores blockbusters chineses do ano foram canceladas.

Os filmes deveriam estrear no próximo domingo, o primeiro dia da comemoração do ano novo chinês. A semana de festas é a mais lucrativa da indústria cinematográfica na China, gerando perto de US$ 1 bilhão em bilheteria todos os anos.

Os distribuidores e cinemas de Beijing garantem que a decisão de adiar as estreias foi tomada de forma voluntária. Especialistas médicos na China aconselharam os cidadãos a evitar congregações em lugares fechados, o que naturalmente incluiria salas de cinema.

Além do lançamento dos filmes, as celebrações do ano novo como um todo foram canceladas pela prefeitura da capital chinesa, abalando uma das maiores tradições do país. O anúncio foi feito hoje.

Entre os filmes adiados, destaque para o novo capítulo da franquia de ação Detective Chinatown, que arrecadou US$ 474.252 em seu país natal, para a comédia Lost in Russia, para o épico esportivo Leap, e para a animação familiar Boonie Bears: The Wild Life, todas grandes apostas do mercado.

Enquanto a indústria chinesa será altamente prejudicada com os adiamentos, Hollywood provavelmente vai passar incólume —isso porque os reguladores do país nromalmente impedem filmes estrangeiros de estrear nos cinemas durante a semana do ano novo, dando prioridade para as produções locais.

Filmes e séries