PUBLICIDADE
Topo

Robert De Niro celebra amizade com Martin Scorsese: "Me considero sortudo"

Martin Scorsese e Robert De Niro na pré-estreia de O Irlandês no Festival de Londres - Gareth Cattermole/Getty Images
Martin Scorsese e Robert De Niro na pré-estreia de O Irlandês no Festival de Londres Imagem: Gareth Cattermole/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/01/2020 17h00

Robert De Niro deu uma entrevista para a revista People nesta semana, e celebrou a amizade de mais de 40 anos com o diretor Martin Scorsese.

Eles começaram a trabalhar juntos em 1973, com o filme Caminhos Perigosos, e desde então eles fizeram mais 8 filmes juntos: Taxi Driver (1976), New York New York (1977), Touro Indomável (1980, que rendeu Oscar de Ator para De Niro), O Rei da Comédia (1982), Os Bons Companheiros (1990), Cabo do Medo (1991) e Cassino (1995).

De acordo com o ator, eles nunca pensaram que o trabalho no cinema pudesse levar a uma amizade que durasse tanto tempo. "Eu me considero muito sortudo em ter essa longa relação com ele", disse De Niro. "Eu não consigo imaginar minha vida sem isso", frisou.

Neste ano, eles fizeram seu décimo filme juntos: O Irlandês, que estreou pela Netflix em novembro do ano passado e conquistou 10 indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme, Diretor, Roteiro Adaptado e Ator Coadjuvante (para a dupla Al Pacino e Joe Pesci). De Niro comemorou trabalhar novamente ao lado do amigo.

"Fazer esse filme foi tão especial para todos nós, independente do que acontecesse. A boa recepção foi apenas a cereja no bolo", afirmou, explicando em seguida como é trabalhar com o diretor no set.

"Marty é muito sensível a pessoas e atores. Ele pega o que os atores dão e usa isso", ressaltou. "Ele está ciente e bem informado sobre as coisas e gosta de ler coisas. Os diretores devem ser bons em muitas facetas da vida. Ele é realmente ótimo", elogiou.

A cerimônia do Oscar acontece no dia 9 de fevereiro.

Entretenimento