PUBLICIDADE
Topo

Música


Bieber posta "truque" para alavancar músicas, e fãs de k-pop não perdoam

Justin Bieber publicou truques para os fãs alavancarem sua nova música, mas apagou conteúdo pouco tempo depois - Reprodução/Twitter
Justin Bieber publicou truques para os fãs alavancarem sua nova música, mas apagou conteúdo pouco tempo depois Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

11/01/2020 09h36

O cantor Justin Bieber, que lançou nos primeiros dias do ano o single Yummy, não está medindo esforços para que sua nova música alcance o primeiro lugar nas plataformas digitais.

Para isso, o canadense polemizou ao publicar "truques" para seus fãs - o conteúdo, no entanto, foi retirado do ar pelo próprio cantor momentos depois.

Nas redes sociais, Bieber pede, por meio de fotos, para que os fãs com conta no Spotify criem playlists com o single, deixando a lista no modo "repeat".

Depois disto, a orientação é para deixar Yummy tocar inclusive quando o usuário não estiver acordado. "Não deixe no mudo! Ouça com um volume baixo. Deixe tocar enquanto você dorme".

Além do "manual", o cantor dá uma dica para lá de polêmica aos fãs. "Se você não é dos EUA, pode fazer o download de um aplicativo VPN. Defina o VPN para EUA e crie uma conta Spotify".

A polêmica se dá porque este artifício, usado por vários fã-clubes, acaba "burlando" as regras das plataformas, já que dá a entender que o usuário está ouvindo uma música de outro país.

Fãs de k-pop repercutem

A atitude de Bieber caiu como uma bomba nas redes sociais. Os "kpoppers" (fãs do gênero sul-coreano k-pop) foram os principais críticos ao canadense, já que diversas músicas asiáticas acabam performando nos topos das paradas.

No Twitter, a hashtag "justinbieberisoverparty" figurou entre os assuntos mais comentados da rede social na manhã de hoje.

Nas publicações, uma chuva de críticas ao cantor foi vista. Mas houve também muitas alfinetadas das próprias fãs do canadense aos "kpoppers" - justamente por não ignorarem Bieber.

Até quem é "filiado" ao mundo do k-pop não aprovou a atitude. Para alguns internautas, valorizar seus ídolos é mais importante do que tentar desestabilizar Bieber.

Veja algumas reações:

Música