PUBLICIDADE
Topo

Eduardo Bolsonaro critica Especial de Natal do Porta dos Fundos na Netflix

Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo - .
Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo Imagem: .

Do UOL, em São Paulo

11/12/2019 12h44

O deputado federal Eduardo Bolsonaro criticou hoje o Especial de Natal do Porta dos Fundos "A Primeira Tentação de Cristo" lançado esse fim de semana na Netflix. Ele apontou o fato do filme trazer um "Jesus Cristo gay" e que se recusa "a pregar a palavra de Deus".

"A @NetflixBrasil acaba de lançar um "Especial de Natal" onde Jesus Cristo (@gduvivier) é gay e tem relações com @FabioPorchat, além de se recusar a pregar a palavra de Deus", escreveu.

"Somos a favor da liberdade de expressão, mas vale a pena atacar a fé de 86% da população? Fica a reflexão", completou.

O texto vem acompanhado de imagens de capa do filme com a mensagem "Netflix ataca cristãos".

No especial da Netflix, Jesus (Gregório Duvivier) está prestes a completar 30 anos, e é surpreendido com uma festa de aniversário quando voltava do deserto acompanhado do namorado, Orlando (Fábio Porchat).

Emmy Internacional

No ano passado, o especial de Natal "Se beber, não ceie" já havia provocado a ira de religiosos mais fervorosos. A sátira produzida pelo "Porta dos Fundos" mostrou apóstolos que acordam de ressaca no dia seguinte à Última Ceia e percebem que Jesus Cristo sumiu.

Em novembro, esse especial ganhou o prêmio Emmy Internacional na categoria de "Melhor Comédia".