PUBLICIDADE
Topo

Música


Sucesso de Rebolation levou Léo Santana à carreira solo: 'Ficava com raiva'

Cantor se disse refém do hit de 2010 e explicou que precisava virar a chave - Felipe Souto Maior/ ag.News
Cantor se disse refém do hit de 2010 e explicou que precisava virar a chave Imagem: Felipe Souto Maior/ ag.News

Do UOL, em São Paulo

09/12/2019 15h45

O grupo Parangolé estourou nacionalmente no Carnaval de 2010, quando o sucesso Rebolation deixou as fronteiras de Salvador e ficou nacionalmente conhecido. Só que, depois de um certo tempo, a explosão na música não agradava ao cantor Léo Santana.

Foi o que revelou o então vocalista da banda em entrevista hoje ao programa Se Joga, da Rede Globo. Para ele, o hit fez com que ele e a banda ficassem de certa forma estagnados.

"O Rebolation me levou para outras cidades, outras praças, abriu os olhos de outros contratantes. Eu achei que ali seria meu virar de chave, só que foi algo tão grandioso que fiquei refém dele. Eu já não existia mais. Não existia mais Léo Santana, não existia mais banda Parangolé. Era só (imitando um cumprimento): 'Ô, Rebolation! Ô, Rebolation'", contou.

"Eu fingia eu não via. Eu ficava com raiva. Tipo assim: no começo era legal, (mas) eu não tenho só o Rebolation. Isso me incomodava para caramba. A chave não virou, então tem que fazer a chave de fato virar. Foi quando eu pensei em sair em carreira solo", completou.

De fato, Léo Santana deixou o Parangolé em março de 2014, após o Carnaval daquele ano. Hoje, comemora sucessos como Encaixa (lançado em 2017 com Kevinho) e Contatinho (de 2019, com Anitta). "A chave virou", celebrou.

Léo Santana esclarece terapia e conta que foi bloqueado por Lore Improta

RedeTV! Entretenimento

Música