PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Miss Universo: Brasileira Júlia Horta chega ao top 20, mas é eliminada

Brasileira Júlia Horta chega ao top 20 do Miss Universo, mas não avança às finais - Paras Griffin/Getty Images
Brasileira Júlia Horta chega ao top 20 do Miss Universo, mas não avança às finais Imagem: Paras Griffin/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

08/12/2019 22h08Atualizada em 09/12/2019 00h10

A brasileira Júlia Horta avançou para o top 20 do Miss Universo 2019, mas foi eliminada na sequência e não disputará as finais do concurso. O evento ocorre hoje em Atlanta, nos Estados Unidos.

As três finalistas são: México, África do Sul e Porto Rico. O Brasil só venceu o Miss Universo em 1963, com Iêda Maria Vargas, e 1968, com Martha Vasconcellos; portanto, o país amarga 51 anos sem a coroa.

Júlia foi eliminada após chegar ao top 20, que é é dividido em cinco semifinalistas para cada região; a brasileira não foi selecionada entre as candidatas das Américas, mas conseguiu entrar no último grupo, que dá uma chance extra às que não avançaram em sua própria região.

julia horta - Priscila Prade  - Priscila Prade
Imagem: Priscila Prade

"Como Miss Brasil e como mulher, eu preciso lutar pelos direitos das mulheres. Eu quero que a minha voz seja ouvida contra a violência. Graças às mulheres do passado, hoje em dia eu tenho vários direitos. E prometo lutar por essa geração e pela próxima", afirmou a brasileira.

Aos 25 anos, Júlia foi questionada sobre o segredo para ser zen. "A meditação me ajuda a me concentrar, me conectar com a minha essência e ser uma pessoa positiva. Mas eu não posso te ajudar a ser zen, eu ainda não cheguei lá. Mas, quando eu conseguir, te conto o segredo", disse ela.

Dez mulheres ainda têm condições de conquistar a coroa, mas a competição começou com 90 nomes, e 80 já foram eliminadas.

A candidata de Mianmar, Swe Zin Htet, primeira candidata assumidamente lésbica, e a da Irlanda, Fionnghuala O'Reilly, cientista da Nasa, foram algumas que ficaram de fora na peneira.

Conheça o top 20 do Miss Universo 2019:

África e Ásia-Pacífico

África do Sul - Zozibini Tunzi

Indonésia - Frederika Alexis Cull

Vietnã - Hoàng Thùy

Nigéria - Olutosin Araromi

Tailândia - Paweensuda Drouin

Europa

Albânia - Cindy Marina

França - Maeva Coucke

Islândia - Birta Abiba Þórhallsdóttir

Croácia - Mia Rkman

Portugal - Sylvie Silva

Américas

Porto Rico - Madison Anderson

Peru - Kelin Rivera

República Dominicana - Clauvid Dály

México - Sofía Aragón

EUA - Cheslie Kryst

Qualquer lugar do mundo

Filipinas - Gazini Ganados

Venezuela - Thalía Olvino

Índia - Vartika Dingh

Brasil - Júlia Horta

Colômbia - Gabriela Tafur

Entretenimento