Topo

MC Rebecca não deixa filha ouvir seus funks proibidões: "Têm versões light"

MC Rebecca é conhecida pelos funks proibidões - Felipe Braga/ Divulgação
MC Rebecca é conhecida pelos funks proibidões Imagem: Felipe Braga/ Divulgação

Rafael Godinho

Do UOL, no Rio

29/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • MC Rebecca diz que seu funk proibidão é para todos os públicos
  • Ela deixa claro que a filha de 2 anos escuta somente as "versões light"
  • MC Rebecca alcançou o topo do Spotify ao lado de Anitta, Lexa e Luisa Sonza
  • A cantora diz que "beijo" em Anitta em show em SP não foi combinado

MC Rebecca faz sucesso com suas letras ousadas, que exaltam o prazer feminino. Coça de Xereca, Cai de Boca, Me Chupa Me Ama e Sento Com Talento são músicas da cantora de 21 anos enquadradas no estilo funk proibidão.

Questionada se permite que a filha Morena, de 2 anos, ouça suas canções, ela diz que sim, mas deixa claro que há restrições. "Minhas músicas são para todas as pessoas, mas é claro que têm versões diferentes e light, que minha filha, por exemplo, escuta", explica Rebecca.

Em entrevista ao UOL, a funkeira falou dos cuidados com Morena na hora de educar. "Meus cuidados com minha filha são os de toda mãe que ama seus filhos. Procuro dar amor, carinho e educação", declara.

Ela nega ter sofrido rejeição em razão do estilo musical escolhido. "Quanto ao meu estilo de letra mais ousada, no início, pode causar um certo estranhamento, mas que acaba sendo entendido se tratar de arte, de entretenimento. E... segue o baile! [risos]"

"Beijo" em Anitta: "Fui pega de surpresa", diz Rebecca

Rebecca está no topo do Spotify ao lado de Anitta, Lexa e Luisa Sonza, com o feat Combatchy. No lançamento do single na semana passada em São Paulo, ela deu o que falar ao sensualizar com Anitta no palco. A cantora nega ter armado a situação com a amiga para "gerar mídia".

"Faço isso em todos os meus shows. No meu clipe Do Meu Jeito aparece bem essa cena. Escolho uma pessoa e coloco na cadeira. E não foi beijo, foi lambida. Nem ela sabia. Foi pega de surpresa", justifica a iniciante no show business e admiradora da carreira de Anitta.

MC Rebecca  - Felipe Braga/ Divulgação
MC Rebecca
Imagem: Felipe Braga/ Divulgação

Bem ecléticas, suas referências musicais vão de divas internacionais a funkeiras populares. "Beyoncé e Rihanna são minhas inspirações internacionais e no funk sempre fui fã da Anitta. Valesca Popozuda e Tati Quebra Barraco são minhas referências quando se trata dos proibidões", afirma.

A sensualidade está presente não só nas letras e coreografias de Rebecca —ao participar do De Férias Com o Ex, na MTV, a carioca agradou os fãs do reality show conhecido pelo altor teor sexual. Bissexual assumida, ela diz lidar bem com o corpo e sua sexualidade.

"Acho que uma boa dose de autoestima não faz mal a ninguém. Costumo me relacionar bem com meu próprio corpo. No palco, quando um artista se expressa, de certa forma, sempre acaba transmitindo uma mensagem, um posicionamento, um comportamento, além do puro entretenimento", diz.

Ao finalizar a entrevista ao UOL, Rebecca reforça sua mensagem de empoderamento feminino. "Todos temos que nos impor em algum momento, se empoderar para superar obstáculos e se colocar na vida", defendeu.

Funk