Topo

Comédia

Tudo o que você precisa saber sobre filmes e séries de comédia


A Família Addams: por onde anda o elenco dos dois filmes dos anos 90

Lello Lopes

Do UOL, em São Paulo

29/10/2019 04h00

A Família Addams volta aos cinemas nesta quinta-feira, Halloween, em uma animação feita para agradar em cheio as crianças. Mas a versão da família monstruosa que chegou às telonas na década de 90 ainda está na cabeça de muita gente.

Sucesso como série nos anos 60, A Família Addams provocou (muitos) risos e (poucos) sustos em dois filmes, em 1991 e 1993, ambos protagonizados por atores de respeito, como Anjelica Huston e Raul Jiulia.

Agora, passados quase 30 anos, como está o elenco dos filmes?

Anjelica Huston (Mortícia)

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Anjelica Huston já tinha um Oscar na estante (e outras duas indicações) quando assumiu o papel da matriarca da família Addams. E ela tinha acabado de fazer um outro filme que mistura comédia e terror: Convenção das Bruxas.

Depois, não conseguiu emplacar nenhum grande sucesso nas telonas. Mas teve papéis de destaque em séries, como a Vicki em Transparent. Recentemente pôde ser vista em John Wick 3: Parabellum.

Raul Julia (Gomez)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Gomez Addams foi o maior sucesso do ator portorriquenho, que começou a se destacar em Hollywood nos anos 80. E a carreira teve muitas ligações com o Brasil. Ele participou de O Beijo da Mulher-Aranha, de Hector Babenco, filmou aqui Luar Sobre Parador e interpretou o ativista Chico Mendes de Amazônia em Chamas.

Em 1993, no ano de lançamento de A Família Addams 2, Julia descobriu um câncer no estômago. Ele morreu em 24 de outubro de 1994, aos 54 anos. O seu último trabalho no cinema foi no terrível Street Fighter: A Última Batalha.

Christopher Lloyd (Tio Fester)

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Por causa da careca e da barriga avantajada, muita gente não se deu conta na época, mas o tio Fester é interpretado por Christopher Lloyd, o eterno Doc Brown da trilogia De Volta para o Futuro.

Depois de A Família Addams 2, Lloyd se arriscou em muitos filmes, a maioria pouco recomendados, como Bebês Geniais e Piranhas 2. A melhor coisa que fez foi repetir o papel de Doc nas comemorações dos 30 anos de De Volta para o Futuro, em 2015.

Christina Ricci (Wandinha)

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Ainda pré-adolescente, Christina Ricci roubou a cena como Wandinha nos filmes da família Addams. A garota que nunca sorria até hoje é o personagem mais famoso da atriz, agora com 39 anos.

Mas Christina conseguiu superar a sina de atriz infantil e teve papéis em filmes interessantes, como O Oposto do Sexo, Medo e Delírio e Monster: Desejo Assassino.

Nos últimos anos ela se dedicou mais à TV, protagonizando a série Z: O Começo de Tudo, baseada na vida de Zelda Fitzgerald.

Jimmy Workman (Feioso)

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

O garoto bobão filho de Gomez e Morticia foi um dos poucos papéis de Jimmy Workman no cinema. Ele ainda fez uma ponta em Melhor é Impossível, em 1997, antes de abandonar a carreira no obscuro To Kill a Mockumentary, de 2004.

Após parar de atuar, Workman não abandonou totalmente a carreira no entretenimento. Hoje ele trabalha na parte técnica em alguns filmes e programas de TV.

Christopher Hart (Coisa)

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Você com certeza não vai se lembrar da cara de Hart em A Família Addams. Afinal, a única parte do ator que aparece no filme é a mão. Ele dá vida ao Coisa, a mãozinha que, com perdão do trocadilho, dá uma mãozinho pra toda a família no longa.

Essa é a especialidade de Hart: ser dublê de mãos. O ator e mágico canadense só apareceu na telona com as mãos. A última vez foi em 1999, em um episódio de Angel.

A habilidade de Hart com as mãos continuou depois disso, mas com apresentações de mágica no Canadá.

John Franklin (Primo It)

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Embaixo do monte de cabelo do Primo It está John Franklin. Ele começou a carreira como uma criança aterrorizante em Colheita Maldita, de 1984. Também teve pequenas participações em outros filmes de terror, como Brinquedo Assassino e Python, a Cobra Assassina.

A última aparição no cinema em Hells Kitty, um filme sobre um gato demoníaco, de 2018.

Carel Struycken (Tropeço)

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Com 2,13 m, Carel Struycken se especializou em fazer papéis em filmes de terror ou ficção científica. Depois de A Família Addams ele apareceu em projetos tão diferentes quanto Homens de Preto e Twin Peaks.

Agora, parece que ele encontrou um novo filão: filmes baseados em histórias de Stephen King. Struycken foi o Homem da Lua em Jogo Perigoso, da Netflix, e também vai estar em Doutor Sono, que estreia em novembro.

Comédia