Topo

Filmes e séries


Diversidade no elenco ajuda a impulsionar bilheteria do filme, diz estudo

Lupita Nyong"O, Chadwick Boseman e Letitia Wright em cena de "Pantera Negra" - Divulgação/Marvel
Lupita Nyong'O, Chadwick Boseman e Letitia Wright em cena de "Pantera Negra" Imagem: Divulgação/Marvel

Do UOL

25/10/2019 17h30

Um estudo divulgado hoje pela Movio, empresa de dados da indústria cinematográfica, mostra que filmes com maior diversidade de gênero e raça no elenco atraem mais pessoas para o cinema e, consequentemente, têm melhores resultados na bilheteria.

A pesquisa chamada "A demanda por diversidade: protegendo o futuro do cinema" avalia a performance de filmes como Nós (Jordan Peele), Asiáticos Podres de Ricos (Jon M. Chu) e Pantera Negra (Ryan Coogler).

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores formaram "pares" de filmes considerados semelhantes em termos de gênero e orçamento, como as animações da Disney Coco e Os Incríveis 2. Neste caso, o primeiro atrai 75% mais latinos do que o segundo.

Ao analisar um trio de comédias românticas, a pesquisa percebeu que Asiáticos Podres de Ricos atraiu uma audiência 186% mais asiática e Do Que Os Homens Gostam (Adam Shankman) atraiu 296% mais negros que o público que assistiu Ultrarromântico.

O mesmo acontece com filmes de herói: Pantera Negra atraiu uma audiência 38% mais negra do que a maioria dos Vingadores: Guerra Infinita, que apresenta principalmente atores brancos. Esse número é significativo considerando que, de acordo com a Movio, 40,7% de todos os espectadores negros dos EUA assistiram à Pantera Negra.

Um caso curioso foi o do filme de terror Nós, que teve público negro quase 100% maior do que Um Lugar Silencioso, da mesma categoria. O resultado? O filme arrecadou, em bilheterias, valor oito vezes maior que seu custo de produção.

Craig Jones, diretor comercial e presidente da Movio Media, acredita que o aumento das opções de entretenimento garante ao consumidor a chance de "encontrar conteúdo que corresponda aos seus gostos e experiências".

"Para que o cinema permaneça relevante e continue a ter um impacto cultural, ele deve atrair esses públicos, oferecendo conteúdo mais representativo", cravou.

Filmes e séries