Topo

Entretenimento


Fernanda Torres sobre ataques à Fernandona: "Fizemos do limão uma limonada"

Fernanda Torres - Estevam Avellar/Globo
Fernanda Torres Imagem: Estevam Avellar/Globo

Do UOL

07/10/2019 16h47

A atriz, escritora e roteirista Fernanda Torres disse que foi possível transformar "limão em limonada" ao comentar os ataques sofridos por sua mãe, Fernanda Montenegro, que aos 90 anos foi chamada de sórdida pelo diretor da Funarte, Roberto Alvim.

"Esse ataque à mamãe acabou desencadeando um momento de apoio bonito. Apoio a uma mulher de 90 anos com uma história impressionante, é filha de operário, neta de gente que veio plantar café. Fizemos do limão uma limonada. Esse cara [Alvim] está na Funarte, não tem jeito, não adianta reclamar", disse, em entrevista ao Estadão.

Para ela, a intenção de Alvim é acabar com a classe artística, mas que esse desmonte não é novidade do governo Bolsonaro.

"O discurso dos mamadores da teta não começou neste governo, começou anteriormente" disse. "Em determinado momento, criou-se a Lei Rouanet e o dinheiro para cultura foi direcionado para isenção fiscal. Só que talvez isso não seja bom, porque a cultura fica dependente do Estado. A cultura tem que buscar independência do Estado, outros mecanismos para sobreviver".

Apesar de ser crítica ao presidente Jair Bolsonaro e às políticas de sua equipe, Fernanda Montenegro disse ao jornal que acredita que este é um governo legítimo e que está cansada de reclamar da situação política.

"Eu sou contra reclamar. Isso não quer dizer que a gente não deva se posicionar, mas alimentar essas questões só reclamando não é a solução", afirmou.

Entretenimento