PUBLICIDADE
Topo

Por que Drake é o artista mais relevante do Rock in Rio 2019

Drake - Karwai Tang/WireImage
Drake Imagem: Karwai Tang/WireImage

Do UOL, em São Paulo

27/09/2019 04h00

Imagine que você entrou em uma máquina de criogenia, permaneceu congelado durante os últimos quatros anos e agora, desperto, quer se atualizar com o que de mais relevante aconteceu na música pop. Novas modas, tecnologias e artistas vieram, mas boa parte do que você precisa saber pode ser resumida em apenas cinco letras: Drake.

Máquina de quebrar recordes, gerar streamings e amealhar memes, o rapper canadense de 32 anos é considerado o grande nome da música pop contemporânea. E ele está no Brasil para um show único, como atração principal da abertura do Rock in Rio, nesta sexta-feira (27), dia em que a cultura hip-hop aparecerá com mais força na programação do festival.

Além do bom timing no agendamento, o show também será histórico por ser o primeiro de Drake em terras brasileiras, onde sua dobradinha pop+rap vem se tornando cada vez mais popular.

Rei do streaming

Drake foi o músico mais escutado no Spotify em 2018, repetindo os feitos de 2015 e 2016. No ano passado, ele também teve o álbum mais reproduzido (Scorpion) e a faixa mais tocada (God's Plan). Scorpion foi ainda o disco mais ouvido na história da plataforma em suas primeiras 24 horas, rendeu 1 bilhão de reproduções em apenas uma semana e colocou sete músicas simultâneas entre as dez primeiras da parada americana, superando ninguém menos que os Beatles.

Drake recebe sua primeira estatueta no Billboard Music Awards, em Las Vegas - Kevin Winter/Getty Images for dcp - Kevin Winter/Getty Images for dcp
Imagem: Kevin Winter/Getty Images for dcp

Rei da internet

Muito popular entre os jovens, Drake nada de braçada no mar viral da internet. O meme "Não quero/Curto", retirado do clipe de Hotline Bling, é o correspondente mundial do "Feliz/Triste" do brasileiro Chico Buarque. A dança/desafio de In My Feelings é um dos maiores sucessos virais dos últimos anos, mesmo com seus movimentos incomuns. Na era da informação ligeira (e da zoeira), Drake sabe como poucos capitalizar em cima de sua imagem.

O famoso meme do rapper Drake - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Rei das tribos

Umas das razões do sucesso massivo de Drake no mundo é a forma como é capaz de se comunicar com fãs jovens, os "millenials", de diferentes perfis. De hipsters a rappers, de descolados a playboys. E seu estilo musical também passa por essa abrangência. Com parcerias pop diversas, de Rihanna a Michael Jackson, de Jamie Foxx a Mary J. Blige, Drake passa por vários territórios, unindo as culturas do rap e R&B ao colocar melodia em rimas.

Rihanna posa com Drake no VMA 2016 - Getty Images - Getty Images
Rihanna posa com Drake no VMA 2016
Imagem: Getty Images

Rei dos hits

Não há fenômeno pop sem uma vasta coleção de sucessos, e Drake é mestre na arte de emplacar músicas pelo mundo. Nos Estados Unidos, maior mercado global, todos os cinco discos lançados por ele chegaram ao primeiro lugar. Drake também é o segundo artista que mais colocou músicas entre as cem mais ouvidas no país, o que estreou em primeiro lugar mais vezes e o que mais colocou faixas no top 40. Que músicas são essas? Hotline Bling, One Dance, God's Plan, Nice for What, In My Feelings, entre várias outras.

23.set.2016 - O rapper canadense Drake se apresenta no iHeartRadio Music Festival, em Las Vegas - Christopher Polk/Getty Images for iHeartMedia - Christopher Polk/Getty Images for iHeartMedia
Imagem: Christopher Polk/Getty Images for iHeartMedia

Rei da "humildade"

Ele é bilionário, viaja em avião particular e, ainda assim, é considerado "gente como a gente" pelos seguidores. Por quê? Drake se distancia do estereótipo marrento do rap, que liga o gênero ao universo das ruas e/ou criminalidade, muito comum no gangsta rap. Apesar das extravagâncias, Drake consegue se vender como um homem comum, bem-humorado, fã de esportes, que "amacia" o hip-hop e se assume sentimental, fã de Michael Jackson e Marvin Gaye.

O rapper Drake durante jogo do Toronto Raptors - AP - AP
Drake assiste à partida de basquete do Toronto Raptors
Imagem: AP

O Rock in Rio 2019 acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 3, 4, 5 e 6 de outubro, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. São 14 horas de shows por dia, com nove palcos e espaços, além da programação nas arenas. Neste primeiro dia do festival, as atrações no Palco Mundo são Drake, Ellie Goulding, Bebe Rexha e Alok. No Palco Sunset, Seal, Mano Brown, Karol Conka e Lelê & Blaya agitam a galera.