Topo

Entretenimento


Felipe Neto registra ameaças em delegacia: "A prova para os que debocharam"

O youtuber Felipe Neto - reprodução/Instagram
O youtuber Felipe Neto Imagem: reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

19/09/2019 16h45

Felipe Neto protocolou hoje (19), na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, as ameaças de morte que diz ter recebido nos últimos dias.

"Protocolamos hoje a notícia-crime na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática referente a ameaças de morte que foram recebidas. Fica a prova para aqueles que duvidaram, mentiram e debocharam, alegando que seria tudo uma invenção", escreveu ele no Twitter.

A publicação do youtuber mostra uma cópia do documento da notícia-crime, que traz a data de hoje, 19 de setembro de 2019.

"Felipe Neto Rodrigues Vieira, brasileiro, solteiro, empresário, inscrito no CPF sob o nº [censurado], vem, por meio de seus advogados, com fundamento no artigo 5º, II, §1º, do Código de Processo Penal, apresentar NOTÍCIA-CRIME em razão da prática, por indivíduo ainda não identificado, do crime de ameaça, previsto no artigo 147 do Código Penal, conforme se passa a expor", diz o trecho exibido por ele na rede social.

O documento não foi digitalizado na íntegra.

reprodução/Twitter
Imagem: reprodução/Twitter

Felipe Neto alegou que as ameaças contra ele e seus entes queridos se intensificaram após a ação feita por ele na Bienal do Rio, na qual comprou e distribuiu gratuitamente 14 mil livros de temática LGBT. Recentemente, ele contou que já tirou a mãe do Brasil por segurança.

Mais Entretenimento