Topo

Filmes e séries


Renée Zellweger diz que depressão a impediu de atuar: "Não estava saudável"

Renée Zellweger em "Dilema", minissérie da Netflix - Adam Rose/Netflix
Renée Zellweger em "Dilema", minissérie da Netflix Imagem: Adam Rose/Netflix

Do UOL, em São Paulo

03/09/2019 18h38

Prestes a estrelar Judy, cinebiografia de Judy Garland, a atriz Renée Zellweger falou sobre o momento em que ficou afastada dos holofotes, durante entrevista ao "The New York Times".

No bate-papo, a artista contou por que decidiu de se afastar dos olhos do público em 2010, em consequência da depressão que a afetou na época. "Eu não estava saudável. Eu não estava me cuidando. Eu fui a última coisa na minha lista de prioridades", relembrou.

Para Renée, a terapia foi uma das principais soluções para perceber o que estava acontecendo: "O terapeuta reconheceu que passei 99% da minha vida como pessoa pública e apenas uma migalha microscópica na minha vida real. Eu precisava não ter algo para fazer o tempo todo, para não saber o que vou fazer pelos próximos dois anos de antecedência. Eu queria permitir alguns acidentes. Tinha que haver um pouco de silêncio para as ideias surgirem".

Uma das pessoas que a aconselharam na época foi a atriz Salma Hayke: "Ela compartilhou essa linda metáfora? Analogia? 'A rosa não floresce o ano todo — a menos que seja de plástico'. Isso significa que você precisa fingir que está bem para fazer a próxima coisa. E você provavelmente precisa parar agora, mas essa oportunidade criativa é muito emocionante e é única na vida e você se arrependerá de não ter feito isso. Mas, na verdade, não, você deve se recompor e, sabe, descansar".

Por fim, Renée falou sobre os medos que ela, como artista, enfrentou: "Todos nós compartilhamos — porque temos essa experiência pública de sermos criticados não apenas por nosso trabalho, mas como seres humanos. É quando chega a ser demais, quando você aprende que sua pele é não tão grossa quanto você precisa, como será? Bem, agora eu sei".

Mais Filmes e séries