Topo

Geek


Por que a Sony tem os direitos do Homem-Aranha e como a Disney pode tirá-lo do MCU

Tom Holland em cena de Capitão América: Guerra Civil (2016), primeiro filme de Homem-Aranha no MCU - Divulgação
Tom Holland em cena de Capitão América: Guerra Civil (2016), primeiro filme de Homem-Aranha no MCU
Imagem: Divulgação

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

21/08/2019 12h01

Homem-Aranha fora do MCU? Acordamos hoje com a #SaveSpiderMan (Salvem o Homem-Aranha) bombando no Twitter e muita gente tentando entender por que a Sony e a Disney não chegam a um acordo sobre um dos heróis mais queridos do universo geek.

O futuro do super-herói no Universo de Cinematográfico da Marvel é uma incógnita depois que os estúdios não se entenderam sobre a divisão do montante de dinheiro que o Teioso gera nos cinemas.

Por que o Homem-Aranha pertence à Sony? Como ele entrou no Universo Cinematográfico da Marvel? E por que a Disney pode tirá-lo de lá? Vamos voltar no tempo para entender como chegamos até aqui.

Sony entra no jogo

Desde os anos 80, a Marvel passou a oferecer os direitos cinematográficos de seus super-heróis a vários estúdios em busca de uma fonte alternativa de renda.

Após alguns acordos malsucedidos, a Sony comprou os direitos do Homem-Aranha em 1999 por aproximadamente US$ 7 milhões.

O primeiro filme saiu três anos depois, em 2002, e foi um sucesso. Com Tobey Maguire no papel principal, Homem-Aranha fez US$ 821 milhões em bilheteria e ganhou duas indicações ao Oscar.

A Disney compra a Marvel

Dez anos depois do acordo entre Marvel e Sony, outro grande negócio aconteceria no mundo do entretenimento. Em 2009, a Disney anunciou a compra da Marvel por US$ 4 bilhões.

O negócio, claro, foi muito bem pensado. Em 2008, Homem de Ferro foi o primeiro filme da Marvel totalmente financiado e produzido pela empresa de quadrinhos e fez quase US$ 100 milhões em bilheterias só no final de semana de estreia.

Mas, a partir daí, a Disney teria que lidar com outros estúdios que já tinham direitos dos heróis como Paramount, Fox e a própria Sony, para futuros filmes.

Homem-Aranha no MCU

O anúncio de que o Homem-Aranha entraria para o MCU veio em 2015, junto com um novo intérprete: Tom Holland. O herói apareceria em um filme do MCU pela primeira vez em Capitão América: Guerra Civil, de 2016.

A estratégia era benéfica para todo mundo. Com o sucesso dos filmes da franquia, os fãs já clamavam para ter um dos maiores heróis da Marvel no grupo. Além disso, a Sony vinha sofrendo com críticas ruins e bilheterias mais fracas nos outros filmes que lançou do herói solo e a Disney ganharia com a popularidade do novo integrante para o grupo que já tinha nomes como Capitão América, Homem de Ferro, Viúva Negra, Pantera Negra e outros.

Tom Holland ainda participou de Vingadores: Guerra Infinita (2018) e Vingadores: Ultimato (2019). Já para a fase 4 do MCU, o destino do personagem é incerto, com grandes chances de ele não aparecer mais.

Geek