Topo

Geek


Ruby Rose diz que heroína lésbica de Batwoman "vai mudar a vida das pessoas"

Ruby Rose surge  como Batwoman em foto divulgada pelo canal CW - Divulgação
Ruby Rose surge como Batwoman em foto divulgada pelo canal CW Imagem: Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

06/08/2019 10h46

A partir de outubro, Ruby Rose entrará para a história da TV como Batwoman, a primeira super-heroína lésbica a protagonizar uma série. E a atriz está mais do que empolgada com a missão.

"A série está contando a história que eu queria ver na TV quando era mais nova. Acho que isso vai mudar a vida de algumas pessoas", disse a atriz em entrevista à revista Hollywood Reporter. "Acho que definitivamente há um personagem na série para todo mundo, mas se você não se ver refletido na série, é provavelmente porque você já tem muitas outras séries por aí".

Rose, que também é lésbica, contou ainda que se identificou bastante com a personagem. "Eu era muito como ela quando era mais nova: a hesitação para confiar nas pessoas e me abrir para ela, achar que eu podia fazer tudo sozinha, não ter uma família grande... e ser gay, obviamente, mas isto não é o principal da série".

"Há muitas coisas que eu passei na minha adolescência, até nos meus 20 e poucos, que agora eu não compartilho mais com ela... mas eu consigo entender porque ela se sente daquela forma", completou, antes de brincar com a grande diferença entre ela e a personagem: "Eu não sou tão séria eu sorrio mais!"

Apesar de a orientação sexual da Batwoman não ser central para a série, ela estará presente em vários momentos - especialmente nos flashbacks que mostrarão a heroína em uma academia militar em que vigorava uma política de "don't ask, don't tell" (não pergunte, não conte, em tradução livre). "Isso está nos quadrinhos. Era importante para mim que retratássemos do jeito certo, por causa da gravidade do assunto, e acho que conseguimos", afirmou a atriz.

Batwoman estreia nos Estados Unidos no dia 6 de outubro.